dailymotion-domain-verification-bf8367051eadca91-dmebea1o8ssgrxz1l Jacir Holowate: 31 de Outubro de 2009 stat counters

Audiencia do site

sábado, 31 de outubro de 2009

Política de Privacidade

A CIDADE E A CRIANÇA
Confucio Moura

domingo, 11 de outubro de 2009

A CIDADE E A CRIANÇA



Ariquemes, 11 de novembro de 2009

Confúcio Moura



Nenhum governo vai fazer a sua parte. Nenhum prefeito vai entrar na sua sala para corrigir seu filho. Nem substituir pai e mãe. Esta é uma tarefa exclusiva da família. Dentro de casa há um reino encantado. Que também pode ser maldito. O tempo não para.

E se o tempo não existir?

Esta é a grande verdade. O homem foi construindo tabelas. Regras. Segundo, minuto e hora. Dia, semana, mês e ano. Foi assim mesmo – construindo sempre e assim será. O que não existia passou a existir. Os foguetes pipocaram no ar às 6 horas. Todo mundo se assustou. O que será meu Deus?

Aniversário de Ariquemes.

O bolo da festa será o seu pãozinho francês de todo dia. O que já será muito e auspicioso. Ariquemes está madura como uma manga rosa. Atravessando a sua melhor idade. São trinta e dois anos. Viva! E como é bom misturar dois dias de festas. Amanhã será O DIA DA CRIANÇA. Mais um aniversário prolongado, bom demais, para se por em ordem as gavetas, dormir mais um pouco, andar a pé, jogar bola, por conversa fora ou ser perder nas asas do Google.

Quem disse que Ariquemes só tem trinta e dois anos? Quem?

Talvez a professora, talvez ninguém. É e não é. Como o Brasil de quinhentos anos. O Brasil tem infinitos anos de descobrimento. Pedro Álvares Cabral fez apenas o seu registro de nascimento. O Brasil sempre existiu, com seus índios e bichos e terras. E os índios são também seres humanos. Talvez vieram pra cá por terrível abalo no continente, que o rachou ao meio, África pra lá, América pra cá. No meio o Atlântico.

“Eduque as crianças e não precisará punir os homens”. Vamos começar em casa pelas regras e os limites. Que tal iniciar pelo dinheiro? Dizer pra eles que dinheiro não cai do céu. Que não se pode dar dinheiro à criança quando ela pede. Nem comprar brinquedos a revelia. O cérebro da criança é uma gaveta vazia. Ela guarda o que se coloca dentro dela. O bom hábito deve ser repetido. Não ceda às birras. Nem as chantagens. Dinheiro não cai do céu.

Era fevereiro de 1977, o Rio Jamari esturrava de cheio. A balsa puxava gente de um lado pra outro. Muitas mulheres pariam do outro lado do rio. Dona Dorva tinha que acudir. O Governador do Território desceu de helicóptero. Juntou gente. Uma curiosidade medonha. Fui atrás da comitiva com Belmira e Osmar Raposo. A Nova Ariquemes surgiria, até que enfim. Todo mundo parou nos fundos da roça da família Ronconi. Um cafezal. Outros aventureiros se juntaram. Todos carregados de coragem imensa. E muita irresponsabilidade em ocupar o desconhecido. Sem nenhum estudo comprovado. Era mais um ufanismo de governo. Para se livrar de um problema grande no sul e sudeste. A criação das novas fronteiras agrícolas. Primeiro foi Andreazza e depois foi Rangel Reis, ministros do Presidente Geisel. Eles que implantaram em Rondônia o novo Eldorado.

É com a criança que se construirá um país melhor. Por ser um (criança) material em formação. Cérebro vazio. Terreno fértil para se plantar a boa obra. O líder é o pai. O filho segue o pai. Aprende o cheiro e o gosto. Guarda a voz da família no coração. Registra o carinho no tutano dos ossos. Não o ensine a consumir sem necessidade. A não desperdiçar. A comer frutas e verduras. A não abusar do sal e do açúcar. Ensine-o a correr. Estimule-o a brincar. É bom brincar. Subir no pé de goiaba. A balançar na corda. A soltar pipas. A pular cordas. A jogar bola-de-gude. Ensine a seu filho a gostar de matemática. Brincando com os números. A ler o universo de luas e estrelas. Eduque-o brincando. Não precisar bater. Apenas determine o limite. Depois o castigo. E também a recompensa.

O Coronel Humberto da Silva Guedes subiu no trator e derrubou uma árvore. Aplausos. A cidade seria construída. Carpintero bem rápido fez o projeto. A emancipação veio em 11 de outubro de 1977. Mas, não é bem assim. Ariquemes é bem mais velha. Movimento sobre movimento, tempo sobre o tempo, a borracha e o minério, Rondon e outros mais, lá detrás vem Ariquemes se arrastando no meio do mato. No meio do mato tem o mistério. A mata esconde muita coisa. As jazidas minerais, a imensidão de águas e os mistérios dos medicamentos naturais. Tudo ainda pode ser. Muito mais. A matéria prima para perfumes, alimentos, resinas, cosméticos e voará no imaginário uma imensidão de porvir plenamente possível. A produção de energia.

As crianças merecem ser salvas. Porque o Brasil de hoje é de guerra civil silenciosa. Foram-se muitas décadas perdidas. Se não cuidarmos teremos outras tantas. Salvar ao menos as crianças. Pai e mãe serem pais de verdade. Escola voltar a ensinar. Colocar estas palavras de novo na moda: obrigado, por favor, me dá licença. Já é muito. Hora de sair e hora de chegar. Vigiar o filho de perto. Olhar o caderno dele. Dar carinho para receber depois. Conversa franca. Sem gritos. Sem bater. Sem xingar. Além do mais, o beijo, o abraço, o carinho, o elogio, o respeito,

Folha de Rondônia: Polícia prende estudante de Direito e procura advogado acusado de participação em latrocínio contra empresário em Porto Velho

Folha de Rondônia: Polícia prende estudante de Direito e procura advogado acusado de participação em latrocínio contra empresário em Porto Velho

Reportagem publicada neste fim de semana pelo jornal Folha de Rondônia informa que um universitário acusado de ter participado do latrocínio (roubo seguido de morte) contra o empresário José Auricélio de Aguiar, 32 anos, foi preso no início da noite da última sexta-feira na rua José Amador dos Reis, bairro Tancredo Neves, zona Leste de Porto Velho.

Segundo a reportagem assinada pelo jornalista Nilson Nascimento, Advaldo da Silva Gonzaga, 25 anos, é acadêmico do 10º período do curso de Direito de uma Faculdade da capital. O segundo acusado de participação no crime formou-se em Direito, também na Faro, e está sendo procurado pela polícia.
De acordo com a reportagem, “os bandidos pretendiam levar cerca de R$ 1 milhão do empresário”.

A Folha de Rondônia informou que os mandados de prisão foram expedidos pelo juiz Daniel Ribeiro Lagos, da 3ª Vara Criminal de Porto Velho.

O crime, segundo a reportagem, ocorreu em 25 de outubro do ano passado. A vítima possuía uma revendedora de veículos. O empresário foi assassinado na rua Paulo Leal com Guanabara, bairro Nossa Senhora das Graças, região central. A prisão de Advaldo Gonzaga foi realizada pelo Grupo de Investigação e Captura (GIC) e por agentes da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (Homicídios).

Ainda de acordo com a reportagem de Nilson Nascimento, durante o assalto, os bandidos investiram contra o empresário, que reagiu e matou um dos criminosos, que é irmão de um outro membro do bando. Os bandidos efetuaram vários disparos contra a vítima, que foi atingida e conseguiu correr, mas caiu cerca de 100 metros depois, onde morreu.

FONTE: TUDORONDONIA sobre reportagem do jornali
P. JH

Plantão de Polícia localiza em Porto Velho menina raptada em Ariquemes

A pequena Camile Vitória, de 2 anos, que havia sido raptada pela babá no dia 3 de abril passado, em Ariquemes, foi localizada, no bairro Três Marias, na zona Leste da Capital.
A dona de casa Maria Lucivânia de Oliveira que assistiu a matéria sobre o rapto da criança no programa Plantão de Polícia da Redetv!, reconheceu a babá e a criança. Em seguida ela ligou para a Polícia.
A guarnição com os PMs Ramalho, Raiala e Lasmar compareceu ao local indicado, apreendendo a babá, de 14 anos, e resgatando o bebê, por volta das 22h54.
A acusada confessou aos PMs que teria sido forçada pela mãe da criança para praticar o rapto. A babá foi apresentada na Central de Polícia e depois de ouvida entregue aos pais que residem em Candeias do Jamari. A pequena Camile se queixava de estar com saudades de casa.O delegado Rilmo Braga, de Ariquemes, conversou por telefone com o delegado Carlos Alberto Marques Ribeiro Filho, que estava na Central de Polícia e deve ouvir a babá hoje
FONTE: Produção do Plantão de Polícia - Porto Velho (RO)
P.JH

redes sociais

http://twitter.com/jacir18


http://www.dihitt.com.br/Jacir18


http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=1121563218819997203&rl=t




http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=13693024227184729530&rl=t




http://www.facebook.com/profile.php?id=100000392062251




http://www.myspace.com/jacir18




http://www.youtube.com/user/17jackiechan?feature=mhum




http://pt.netlog.com/jacirholowate

RISCO A SAÚDE PÚBLICA: CRIANÇAS DA “PEQUENO PRINCIPE” SÃO EXPOSTAS A CONTAMINAÇÃO DE FOSSA A CÉU ABERTO

A equipe de reportagem do site Cujubimagora.com recebeu no início desta semana a denúncia de uma mãe de aluno da escola Pequeno Príncipe localizada ao lado da prefeitura municipal, de que as crianças que estudam naquele educandário vinham sendo dispensadas todos os dias no horário de recreio devido ao risco de contaminação e o cheiro insuportável que é emanado da fossa séptica que estaria transbordando.



Nossa equipe esteve no local e constatou o problema que é originado pela fossa séptica que está transbordando e apresenta um considerável risco de contaminação exalando um odor fétido. Além do risco de contaminação outro fator importante é a ameaça a conclusão do ano letivo pois o ambiente se torna totalmente insalubre para que os alunos continuem com seus estudos, causando náuseas e tonturas nas crianças que estudam na Escola.



Segundo informações que chegaram a nossa redação o caminhão que recolhe detritos de fossa na vizinha cidade de Machadinho esteve recentemente se oferecendo para resolver o problema, mas não localizou ninguém responsável na prefeitura para autorizar o esvaziamento da fossa.



Nossa reportagem procurou o chefe da fiscalização da defesa sanitária e a nova secretária de saúde, mas não localizou nenhum dos dois. O cunhado do prefeito que ocupava o cargo de secretário de saúde e que foi recentemente demitido já havia sido procurado por uma mãe de aluno no mês passado e na época havia prometido que resolveria o problema em uma semana, mas nenhuma medida prática foi adotada.




fonte: redação Cujubimagora.com
P.JH

CORRIDA DE JERICOS: FALTA DE ESTRUTURA, VIOLÊNCIA E ACIDENTES MARCARAM O EVENTO

As centenas de pessoas que se aglomeraram neste domingo no balneário Rio Preto para acompanhar a realização da corrida de jericos não tiveram motivos para festa. O local não oferecia nenhuma condição adequada para o público, a comissão organizadora não se preocupou com questões básicas como estrutura ou segurança de quem se encontrava presente na corrida.

A desorganização da corrida do jericos não impediu que o público comparecesse ao local em bom número apesar da falta de espaço físico para os presentes e de estacionamento de veículos.

A estrada que dá acesso ao local ficou totalmente interditada por automóveis, motociclista e muitos caminhões toreiros. Quem se arriscava a se aproximar do local ouvia um conselho das pessoas que se retiravam das proximidades: “Melhor não seguirem em frente, lá ninguém entra, ninguém sai”, a informação foi prestada por populares que voltavam depois de se decepcionarem com a confusão reinante.

Os problemas no trânsito geraram imenso trabalho para a guarnição da PM que se encontrava no local e que tentava heroicamente controlar o fluxo de veículos e o tumulto generalizado, missão que se tornou ainda mais difícil depois da chuva no período da tarde que acabou tornando a estrada sem cascalhamento que dá acesso ao local um verdadeiro sabão, deixando-a ainda mais perigosa.

Apesar do estado de calamidade no local, poucos acidentes foram verificados o pior mesmo foi a violência provocada por desentendimento entre desordeiros misturados no meio do público: a polícia militar socorreu duas vítimas que foram esfaqueada no meio da multidão tendo realizado o resgate com imensa dificuldade no meio da confusão que havia no balneário. Policiais foram obrigados a carregar as vítimas se esvaindo em sangue no meio das pessoas por cerca de um quilômetro até que a viatura pudesse resgatá-los e encaminhá-los até o Posto Médico local.


fonte: REDAÇÃO CUJUBIMAGORA.COM
P.JH

Sobreviventes tiveram cinco minutos para sair de avião que fez pouso forçado na Amazônia

Os sobreviventes do acidente com o avião da Força Aérea Brasileira (FAB), que fez um pouso em meio à floresta Amazônica na última quinta-feira (29), contaram que tiveram cerca de cinco minutos para deixar a aeronave antes que ela afundasse no rio Ituí.De acordo com relato do filho de um dos sobreviventes, Marineu Cardoso, que passou a noite com a mãe no hospital de Cruzeiro do Sul, os passageiros do Cessna C-98 Caravan conseguiram deixar rapidamente o avião. "Em aproximadamente cinco minutos, o avião começou a afundar. Alguns entraram em pânico", descreveu Marineu à Agência Brasil, acrescentando que sua mãe contou que o piloto teve muita habilidade para pousar a aeronave.

Segundo ele, que só não embarcou no avião da FAB porque o orçamento da Operação Gota havia acabado, sua mãe contou que eles conseguiram sobreviver após o acidente se alimentando com suprimentos do próprio avião.

"Eles passaram por muita aflição, mas o piloto ajudou muito na preparação dos passageiros. Ele informava todo o tempo que a aeronave estava com problemas e iria fazer um pouso forçado. Eles ficaram na margem do rio e pegaram mantimentos da aeronave que boiavam pelo rio. Eles se ajudaram e conseguiram sobreviver", acrescentou.

Cardoso disse ainda que uma índia que estava caçando próximo ao local do acidente viu o avião voando baixo e, em seguida, não ouviu mais o barulho do aparelho. Com isso, voltou para a aldeia e avisou a Funai. "Isso ajudou muito. Foi uma das peças-chave para localizar a aeronave".

O agente de saúde afirmou que, junto com um parente de uma das vítimas, chegou a organizar a logística para entrar na mata e ajudar na busca por sobreviventes. No entanto, desistiu do plano quando foi anunciado o resgate.

Ele disse que viveu momentos de angústia. "No início, chorei bastante. Mas depois tentei me manter forte. Chegamos a preparar a logística para ajudar nas buscas, mas, felizmente, eles foram encontrados."

FONTE. UOL
P.JH

SHOPING CIDADÃO FAZ ATENDIMENTO EM CUJUBIM COM HORAS DE ESPERA

O shopping Cidadão itinerante esteve em Cujubim no último final de semana, 17 e 18/10, numa operação documentos para atender a população com emissão de documentos pessoais como Identidade, CTPS, Título Eleitoral e outros atendimentos, porém a equipe de profissionais que se deslocaram a Cujubim não esperavam que a cidade comportasse um número tão grande de pessoas com problemas de emissão de documentos de identidade primeira e segunda vias, a fila de atendimento foi organizada através de senha, pessoas que receberam a senha no sábado pela manhã aguardavam no mínimo 4 a 5 horas para o atendimento.

Uma senhora que havia conseguido com muita dificuldade o número de senha 120 por exemplo, somente foi atendida as 20 hs se encontrava revoltada com a demora no atendimento.

Apesar do número reduzido de atendentes a boa vontade da equipe foi imprescindível para que todos pudessem ser atendidos ainda que com muita demora e bastante cansaço por parte dos atendentes e do público que se encontrava presente até mesmo no dia seguinte já que o número de senhas emitidas passava a casa dos 500 atendimentos.


fonte: REDAÇÃO CUJUBIMAGORA.COM

P.JH

DER PREVÊ QUE 3 TECHOS DA RO-205 QUE LIGA CUJUBIM A BR 364 SERÃO CONCLUIDOS ESTE ANO

Três dos nove lotes da pavimentação de 68 quilômetros na RO-205, da BR-364 ao município de Cujubim, região de Ariquemes, devem ser finalizados até o dia 30 de novembro, data que Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) assina a ordem de paralisação das obras de pavimentação no Estado, devido ao rigoroso inverno amazônico. Essa é a expectativa do diretor-geral do DER, engenheiro Jacques Albagli, que na última quinta-feira (22) inspecionou o trabalho das empreiteiras.

O governador Ivo Cassol assinou a ordem de serviço para a pavimentação da RO-205 em agosto do último ano. A obra será inaugurada no próximo ano. Neste asfaltamento o Governo do Estado investe recursos próprios na ordem de R$ 38 milhões.

Com o objetivo de realizar a obra no menor prazo possível, o DER dividiu os 68 quilômetros a serem pavimentados em nove lotes, executados por empreiteiras distintas. Albagli explicou que, um lote está bastante adiantado e deve ser encerrado nos próximos dias. Para a finalização dos trabalhos nos outros dois lotes – disse o engenheiro – a empreiteira depende de alguns dias sem chuva. “Neste ano o inverno amazônico se estendeu até o mês de junho e começou mais cedo. Isso prejudicou a celeridades dos trabalhos nas seis pavimentações que o Governo do Estado executa”, explicou.



Fonte – SECOM – Governo do Estado
P.JH

URGENTE: AGÊNCIA DOS CORREIOS DE CUJUBIM É ASSALTADA POR ELEMENTOS FORTEMENTE ARMADOS

Segundo as informações preliminares divulgadas pela Polícia Militar de Cujubim dois elementos fortemente armados teriam invadido na tarde de hoje a agência dos Correios de Cujubim se passando por clientes que iriam realizar um depósito e logo em seguida anunciaram um assalto, roubando os pertences e valores dos presentes, além de todo o dinheiro em caixa na Agência dos Correios, cerca quinze mil reais.

O horário do assalto segundo as informações teria dificultado a procura dos meliantes, tendo em vista que já se encontrava no final do expediente, tendo os mesmos se aproveitado do fechamento da porta da Agência para praticar seus intentos criminosos.

A agencia possui cameras de segurança, porém não se sabe porque não há registro do ato dos criminosos, também não foi acionado o sistema de alarme que a agencia possui junto a polícia militar de Cujubim, policias somente souberam do ocorrido por um popular, que passou pelo local logo após o fato, e foi até o quartel. Ao saber do crime os policias de plantão rapidamente se dirigiram ao local de moto, pois, as viaturas estavam todas em oficinas para conserto, policias então utilizaram de uma caminhote emprestada por um comerciante e sairam em perseguição aos bandidos, porém sem sucesso.

A notícia é preocupante e vem se juntar a outros fatos graves de violência desencadeados no município por marginais que se aproveitam do pequeno efetivo de policiais militares para praticarem crimes. O temor da população e de comerciantes, principalmente aqueles instalados na Avenida Cujubim é de que ocorra uma onda de criminalidade como a que abala a cidade de Machadinho, onde a poucos dias aconteceu um assalto na casa lotérica e na data de ontem (01/09) em uma grande empresa de venda de peças para veículos e tratores instalada naquele município e que também foi assaltada.

O comando da polícia militar de cujubim informou que possui apenas duas viaturas , e que uma das viaturas ( caminhoneta) foi atingida por um motociclista no último sábado e por isso está fora de circulação, a outra ( gol) estava em conserto na parte elétrica. O comando informou também que em breve estará sendo entregue a viatura que está a vários meses sendo reformada, inclusive graças ao empenho dos próprios policias de Cujubim que além de mobilizar o comércio local, também estão contribuindo financeiramente para que a reforma seja concluída e a viatura colocada a disposição da população.

fonte: cujubimagora.com
P.JH

JI-PARANÁ: POLÍCIA CIVIL PRENDE JOÃO BATISTA

Por determinação do Delegado Regional de Ji-Paraná, Dr. Alexandre Árabe, nesta noite de quinta feira foi feita uma operação denominada RELÂMPAGO, com o objetivo prender fugitivos. O Delegado Luiz Roberto de Mattos, foi quem comandou a mesma juntamente com cerca de 20 Policiais Civis das Delegacias de Polícia de Ji-Paraná. No trabalho realizado os Policiais prenderam João Batista de Almeida, que estava com 04 mandados de prisão em aberto, sendo dois para encaminhá-lo a casa do albergo e dois para ser cumprido no regime fechado. Diante dos fatos, o mesmo foi recolhido a uma das celas do Presídio Agenor Martins de Carvalho, onde está à disposição da Justiça. João Batista é velho conhecido da Polícia, com passagens por furto e roubos de veículos. Na mesma operação foram conduzidos a Delegacia por posse de entorpecentes, o menor C. S.O. de 14 anos e Rogério Pereira Sândis, 23 anos, ambos estavam dando um tapa na Macaca.







FONTE: Assessoria de Comunicação da Delegacia Regional de Policia de Ji-Paraná - Valter Fernandes.
p.JH

Cujubim Grande: Crianças ribeirinhas tem a chance de um futuro através do esporte

Para acompanhar de perto o trabalho social desenvolvido por Elias Ferraz, mais conhecido como Braçal do Boxe, a equipe do jornal O OBSERVADOR, foi até Cujubim Grande para apreciar e participar da comemoração antecipada do dia das crianças.

As crianças do projeto "Assim nasce um atleta", além de assistirem DVD’s de apresentações que fizeram, divulgando o Boxe e o Muay Thai na TV a exemplo do programa Sábado Total que é apresentado pelo jornalista Dalton di Franco na RedeTV, receberam um presente inesperado. Em retribuição a visita que foi feita por elas na redação do jornal, todas receberam a edição do impresso aonde protagonizaram a capa para poderem mostrar pros pais e amigos.

A felicidade estava estampada no rosto das crianças carentes, via-se claramente que um pouco de boa vontade e esforço de pessoas do meio comum, pode trazer alegria e sorrisos em qualquer lugar.

O foco principal do projeto de Braçal é integrar as crianças carentes a atividades esportivas e sociais, livrando-os das drogas e más companhias, e também, dar uma chance de um futuro bom e saudável dentro de uma possível carreira esportiva.

Depois da entrega dos jornais, a criançada, Braçal, Raimunda Nunes da Silva (representante da Associação das Mulheres de Cujubim Grande), Antônia Nunes Ferrera (Conselheira) e a equipe do jornal O OBSERVADOR foram até a Escola Municipal Deigmar Moraes de Souza que desenvolvia atividades recreativas em comemoração ao dia da Criança.

Luiz Pereira Braga – diretor da escola –, ajudou juntamente à sua equipe na distribuição de presentes, brindes, sorvetes, e um rol de atividades para a criançada se divertir.

Braçal discursou durante as festividades e disse:

“ – Com o esporte, as crianças tem a chance de crescer profissionalmente e aparecer de Cujubim Grande para o mundo. O tempo passa e uma afirmativa nunca muda: as crianças são o futuro desse país”. – finalizou.

Após o discurso, os alunos de Braçal fizeram uma demonstração de suas habilidades envolvendo o público presente e sendo aplaudidos por todos.

FONTE: Vinicius Canova / O Observador
P.JH

Cujubim Grande: Crianças ribeirinhas tem a chance de um futuro através do esporte

Para acompanhar de perto o trabalho social desenvolvido por Elias Ferraz, mais conhecido como Braçal do Boxe, a equipe do jornal O OBSERVADOR, foi até Cujubim Grande para apreciar e participar da comemoração antecipada do dia das crianças.

As crianças do projeto "Assim nasce um atleta", além de assistirem DVD’s de apresentações que fizeram, divulgando o Boxe e o Muay Thai na TV a exemplo do programa Sábado Total que é apresentado pelo jornalista Dalton di Franco na RedeTV, receberam um presente inesperado. Em retribuição a visita que foi feita por elas na redação do jornal, todas receberam a edição do impresso aonde protagonizaram a capa para poderem mostrar pros pais e amigos.

A felicidade estava estampada no rosto das crianças carentes, via-se claramente que um pouco de boa vontade e esforço de pessoas do meio comum, pode trazer alegria e sorrisos em qualquer lugar.

O foco principal do projeto de Braçal é integrar as crianças carentes a atividades esportivas e sociais, livrando-os das drogas e más companhias, e também, dar uma chance de um futuro bom e saudável dentro de uma possível carreira esportiva.

Depois da entrega dos jornais, a criançada, Braçal, Raimunda Nunes da Silva (representante da Associação das Mulheres de Cujubim Grande), Antônia Nunes Ferrera (Conselheira) e a equipe do jornal O OBSERVADOR foram até a Escola Municipal Deigmar Moraes de Souza que desenvolvia atividades recreativas em comemoração ao dia da Criança.

Luiz Pereira Braga – diretor da escola –, ajudou juntamente à sua equipe na distribuição de presentes, brindes, sorvetes, e um rol de atividades para a criançada se divertir.

Braçal discursou durante as festividades e disse:

“ – Com o esporte, as crianças tem a chance de crescer profissionalmente e aparecer de Cujubim Grande para o mundo. O tempo passa e uma afirmativa nunca muda: as crianças são o futuro desse país”. – finalizou.

Após o discurso, os alunos de Braçal fizeram uma demonstração de suas habilidades envolvendo o público presente e sendo aplaudidos por todos.

FONTE: Vinicius Canova / O Observador
P.JH

Pavimentação da BR-364 a Cujubim deve finalizar três lotes neste ano

Três dos nove lotes da pavimentação de 68 quilômetros na RO-205, da BR-364 ao município de Cujubim, região de Ariquemes, devem ser finalizados até o dia 30 de novembro, data que Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) assina a ordem de paralisação das obras de pavimentação no Estado, devido ao rigoroso inverno amazônico.

Essa é a expectativa do diretor-geral do DER, engenheiro Jacques Albagli, que na última quinta-feira (22) inspecionou o trabalho das empreiteiras.

O governador Ivo Cassol assinou a ordem de serviço para a pavimentação da RO-205 em agosto do último ano. A obra será inaugurada no próximo ano. Neste asfaltamento o Governo do Estado investe recursos próprios na ordem de R$ 38 milhões.

Com o objetivo de realizar a obra no menor prazo possível, o DER dividiu os 68 quilômetros a serem pavimentados em nove lotes, executados por empreiteiras distintas. Albagli explicou que, um lote está bastante adiantado e deve ser encerrado nos próximos dias. Para a finalização dos trabalhos nos outros dois lotes – disse o engenheiro – a empreiteira depende de alguns dias sem chuva. “Neste ano o inverno amazônico se estendeu até o mês de junho e começou mais cedo. Isso prejudicou a celeridades dos trabalhos nas seis pavimentações que o Governo do Estado executa”, explicou.

Outra pavimentação inspecionada pelo diretor foi a RO-473, de Urupá a Alvorada do Oeste, na região de Ji-Paraná. A obra tem a extensão de 26 quilômetros, onde são investidos R$ 28 milhões, oriundos de recursos próprios da administração estadual. Conforme o projeto, a obra será executada com asfalto usinado.


fonte. Governo de Rondônia - RO
P.JH

CUJUBIM: OPERAÇÃO ARCO DE FOGO APREENDEU 9 CAMINHÕES COM MADEIRA

Em uma operação conjunta do IBAMA, POLÍCIA FEDERAL E FORÇA NACIONAL foram apreendidos em Cujubim nove caminhões carregados com madeira de origem desconhecida. O Delegado Federal da operação Dr. Glauber Diehl , em entrevista exclusiva a equipe de reportagem do cujubimagora.com, informou que os motoristas foram liberados após assinar um termo de compromisso junto a justiça na condição de prestar esclarecimentos sempre que forem convocados. O mesmo não acontece com os caminhões e a carga que ficará a disposição da justiça para apuração da origem e propriedade da madeira.
A ação faz parte da operação Arco de Fogo que tem por objetivo conter o desmatamento e a comercialização de madeira ilegal em toda Região Amazônica.


FONTE: CUJUBIMAGORA.COM
p.JH

CUJUBIM: POLÍCIA CIVIL MONTA “OPERAÇÃO AFRODITE I” E FECHA CASA DE EXPLORAÇÃO SEXUAL

No final da semana a Policia Civil em Ariquemes, montou a “Operação Afrodite I”, com o objetivo de investigar denúncia e apurar crimes de exploração sexual no município de Cujubim, em um estabelecimento denominado de “Play Man”, localizada naquela cidade. Foram conduzidas a delegacia Cássia Moura Bueno e Cleide Nunes do Carmo.A operação que envolveu os delegados Ricardo de Sousa Rodrigues – 2º DP, Osmar Luiz Casa – 1º DP, Janaína Lemes da Silva – DDMF, Leonardo Augusto Simões Matos – 1º DP, teve como resultado a prisão em flagrante delito de Cássia Moura Bueno (vulgo Piti) e Cleide Nunes do Carmo (vulgo Andréia), que exploravam outras mulheres recrutadas para programas sexuais.De acordo com a polícia elas exploravam as mulheres obtendo lucro mediante a cobrança de “chave” (aluguel de quartos), venda de bebida alcoólica a preços excessivos (em razão da presença das garotas exploradas), meação em strip-tease, entre outros delitos.

FONTE: ÂNGELO ROMANO GUEDES
p.JH

A CIDADE E A CRIANÇA

A CIDADE E A CRIANÇA
Confucio Moura

domingo, 11 de outubro de 2009

A CIDADE E A CRIANÇA



Ariquemes, 11 de novembro de 2009

Confúcio Moura



Nenhum governo vai fazer a sua parte. Nenhum prefeito vai entrar na sua sala para corrigir seu filho. Nem substituir pai e mãe. Esta é uma tarefa exclusiva da família. Dentro de casa há um reino encantado. Que também pode ser maldito. O tempo não para.

E se o tempo não existir?

Esta é a grande verdade. O homem foi construindo tabelas. Regras. Segundo, minuto e hora. Dia, semana, mês e ano. Foi assim mesmo – construindo sempre e assim será. O que não existia passou a existir. Os foguetes pipocaram no ar às 6 horas. Todo mundo se assustou. O que será meu Deus?

Aniversário de Ariquemes.

O bolo da festa será o seu pãozinho francês de todo dia. O que já será muito e auspicioso. Ariquemes está madura como uma manga rosa. Atravessando a sua melhor idade. São trinta e dois anos. Viva! E como é bom misturar dois dias de festas. Amanhã será O DIA DA CRIANÇA. Mais um aniversário prolongado, bom demais, para se por em ordem as gavetas, dormir mais um pouco, andar a pé, jogar bola, por conversa fora ou ser perder nas asas do Google.

Quem disse que Ariquemes só tem trinta e dois anos? Quem?

Talvez a professora, talvez ninguém. É e não é. Como o Brasil de quinhentos anos. O Brasil tem infinitos anos de descobrimento. Pedro Álvares Cabral fez apenas o seu registro de nascimento. O Brasil sempre existiu, com seus índios e bichos e terras. E os índios são também seres humanos. Talvez vieram pra cá por terrível abalo no continente, que o rachou ao meio, África pra lá, América pra cá. No meio o Atlântico.

“Eduque as crianças e não precisará punir os homens”. Vamos começar em casa pelas regras e os limites. Que tal iniciar pelo dinheiro? Dizer pra eles que dinheiro não cai do céu. Que não se pode dar dinheiro à criança quando ela pede. Nem comprar brinquedos a revelia. O cérebro da criança é uma gaveta vazia. Ela guarda o que se coloca dentro dela. O bom hábito deve ser repetido. Não ceda às birras. Nem as chantagens. Dinheiro não cai do céu.

Era fevereiro de 1977, o Rio Jamari esturrava de cheio. A balsa puxava gente de um lado pra outro. Muitas mulheres pariam do outro lado do rio. Dona Dorva tinha que acudir. O Governador do Território desceu de helicóptero. Juntou gente. Uma curiosidade medonha. Fui atrás da comitiva com Belmira e Osmar Raposo. A Nova Ariquemes surgiria, até que enfim. Todo mundo parou nos fundos da roça da família Ronconi. Um cafezal. Outros aventureiros se juntaram. Todos carregados de coragem imensa. E muita irresponsabilidade em ocupar o desconhecido. Sem nenhum estudo comprovado. Era mais um ufanismo de governo. Para se livrar de um problema grande no sul e sudeste. A criação das novas fronteiras agrícolas. Primeiro foi Andreazza e depois foi Rangel Reis, ministros do Presidente Geisel. Eles que implantaram em Rondônia o novo Eldorado.

É com a criança que se construirá um país melhor. Por ser um (criança) material em formação. Cérebro vazio. Terreno fértil para se plantar a boa obra. O líder é o pai. O filho segue o pai. Aprende o cheiro e o gosto. Guarda a voz da família no coração. Registra o carinho no tutano dos ossos. Não o ensine a consumir sem necessidade. A não desperdiçar. A comer frutas e verduras. A não abusar do sal e do açúcar. Ensine-o a correr. Estimule-o a brincar. É bom brincar. Subir no pé de goiaba. A balançar na corda. A soltar pipas. A pular cordas. A jogar bola-de-gude. Ensine a seu filho a gostar de matemática. Brincando com os números. A ler o universo de luas e estrelas. Eduque-o brincando. Não precisar bater. Apenas determine o limite. Depois o castigo. E também a recompensa.

O Coronel Humberto da Silva Guedes subiu no trator e derrubou uma árvore. Aplausos. A cidade seria construída. Carpintero bem rápido fez o projeto. A emancipação veio em 11 de outubro de 1977. Mas, não é bem assim. Ariquemes é bem mais velha. Movimento sobre movimento, tempo sobre o tempo, a borracha e o minério, Rondon e outros mais, lá detrás vem Ariquemes se arrastando no meio do mato. No meio do mato tem o mistério. A mata esconde muita coisa. As jazidas minerais, a imensidão de águas e os mistérios dos medicamentos naturais. Tudo ainda pode ser. Muito mais. A matéria prima para perfumes, alimentos, resinas, cosméticos e voará no imaginário uma imensidão de porvir plenamente possível. A produção de energia.

As crianças merecem ser salvas. Porque o Brasil de hoje é de guerra civil silenciosa. Foram-se muitas décadas perdidas. Se não cuidarmos teremos outras tantas. Salvar ao menos as crianças. Pai e mãe serem pais de verdade. Escola voltar a ensinar. Colocar estas palavras de novo na moda: obrigado, por favor, me dá licença. Já é muito. Hora de sair e hora de chegar. Vigiar o filho de perto. Olhar o caderno dele. Dar carinho para receber depois. Conversa franca. Sem gritos. Sem bater. Sem xingar. Além do mais, o beijo, o abraço, o carinho, o elogio, o respeito,


fonte: Confucio Moura