dailymotion-domain-verification-bf8367051eadca91-dmebea1o8ssgrxz1l Jacir Holowate: 14 de Abril de 2010 stat counters

Audiencia do site

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Tratamento Queda de cabelos

Os cabelos têm um ciclo vital: crescem, fenecem e caem; por isso os especialistas consideram normal a queda de 30 a 90 fios diários, principalmente quando verifica-se a reposição dos fios perdidos. Configura-se afecção quando essa substituição não ocorre; sem as devidas providências poderá culminar num problema de difícil reversão: a calvície.

Em geral a queda de cabelos tem origem numa fadiga geral do organismo, provocada pela falta de vitaminas, sais minerais, proteínas, ambiente fechado sem ventilação, luz artificial, uso excessivo de boné, além do fator emocional: ansiedade, estresse, preocupação ou qualquer tipo de desgaste mental.

É que o ser humano tem dificuldade de confiar na “Providência” e acredita que o excesso de competitividade, agilidade mental, irá prover, gerando uma super atividade cerebral.

Existe um mineral, o silício, que no nosso corpo encontra-se mais concentrado na pele, cartilagens, ossos, tecido nervoso, couro caabeludo. Na alimentação, encontra-se no morango, castanha-do-pará, chicória, aveia, principalmente nos seus grãos e na água do cozimento. Na alface, couve-flor, etc.. Sua deficiência leva à fraqueza e queda dos cabelos além de provocar rugas, rachaduras de pele, enfraquecimento das unhas e hipersensibilidade nervosa.

Nosso cérebro necessita do silício, que é destruído com tensões nervosas e o organismo começa a retirar dos cabelos, pele e unhas. Vira um círculo vicioso: os desgastes mentais distroem o silício e sua falta provoca nervosismo.

As frutas, verduras, levedura de cerveja, germe de trigo (fechado à vácuo), limão, melado de cana, iogurte, castanhas, abacate, arroz e pão integral, irão compor as vitaminas, sais minerais e proteínas necessárias.

Alguns fabricantes têm estimulado o uso do shampoo à base de proteínas, para ser absorvida pela raiz dos cabelos, o que não é possível. É propaganda enganosa! Apenas os aminoácidos são absorvidos para fazer parte da estrutura de uma célula, e este trabalho só é feito em nosso aparelho digestivo.

O uso de cremes, sabões, etc., deverão ser acompanhados de uma boa alimentação.

Os shampoos industrializados poderão ser evitados, assim como alimentos gordurosos, frituras, carnes de qualquer espécie, açúcar branco, enlatados, alimentos artificiais em geral.

A higiene poderá ser feita com um shampoo caseiro, o melhor deles é o limão (se não houver tintura nos cabelos) que pode ser esfregado no couro cabeludo, evitando caspas, que também provocam queda dos cabelos. Creme feito artesanalmente com babosa, abacate, azeite de oliva, ovo (caipira), são excelentes.

Massagear o couro cabeludo com as pontas dos dedos dando pancadas firmes melhorará a circulação, assim como escovar os cabelos várias vezes ao dia, inclusive antes de dormir.

Tenho um amigo, que é calvo, recuperou parte dos seus cabelos fazendo imposição de mãos, dando total atenção a eles, conversando, amando-os. Todos os dias ele conversava com os seus poucos fios que restavam perguntando como estavam, o que precisavam, dizendo que seus cabelos estavam fortes e saudáveis, agradecendo ao Divino por que tudo ia muito, muito bem. Juntando isso a uma boa alimentação, higiene, boa circulação, seus cabelos passaram a gostar de estar no seu couro cabeludo. Amanhã, uma receita caseira de um creme para fortalecer os cabelos. Não perca!

Queda de Cabelo

Hoje em dia, numa sociedade em que se valoriza cada vez mais a aparência física, é importante ter vários cuidados com a sua imagem. Um dos aspectos incontornáveis é a calvície, popularmente designada por careca. Nos últimos anos o interesse para a combater tem vindo a aumentar (cada vez mais) e parece que não vai ficar por aqui. Existem cada vez mais pessoas à procura de soluções para este problema. Neste website vai poder encontrar boas informações e orientações para que consiga resolver ou pelo menos diminuir este problema.
Muitas vezes é só associada ao sexo masculino, no entanto é um problema que afecta tanto homens como mulheres embora de forma diferente. Nos homens começa por se manifestar na zona frontal e no caso das mulheres representa uma redução do volume e densidade do cabelo, sobretudo na parte superior. Embora esteja provado que os homens têm maior predisposição genética para a calvície, são as mulheres quem mais sofre com este problema, pois têm tendência a escondê-la essencialmente por vergonha. As mulheres estão mais expostas a problemas do foro psicológico do que os homens, mas vai ver que não vale a pena. Várias pessoas nos tem dito que não se sentem bem consigo próprias e tem uma auto-estima muito baixa devido a este problema. O nosso primeiro conselho é não se deixar abater por isto, até porque... não é o único(a). Milhões de pessoas estão na sua situação. Por isso anime-se, porque mesmo que não haja solução para tudo, para a falta de cabelo há
O ciclo do cabelo é composto pelo crescimento, repouso e queda. Uma queda dita normal pode ir até à volta dos 100 cabelos por dia e quando ultrapassa este valor e começamos a verificar uma perda acentuada dos cabelos, devemos consultar um dermatologista. Aqui começa a primeira batalha contra este problema.
Os cabelos são pelos que nascem na cabeça do ser humano, e são formados pela raiz em forma de bolbo e a haste composta por três camadas concêntricas. Uma cabeleira normal tem cerca de 120000 cabelos e cresce cerca de 1cm por mês. A cor é determinada pela melanina e difere com a idade e de pessoa para pessoa, o embranquecimento deve-se à redução progressiva dos melanócitos. Os cabelos podem ainda ser rijos, frisados ou finos. Ou seja existem vários tipos como pode ver na página dedicada a este assunto.
A sua vitalidade pode também depender do estado de saúde do indivíduo, algumas doenças podem afectar negativamente o seu cabelo, bem como os antibióticos e as tintas que podem levar à queda do cabelo ou alopecias. A alopecia distingue-se da calvície por ser definitiva e pelas suas causas, tais como doenças infecciosas, parasitas, doenças dermatológicas, perturbações endócrinas, por medicação e psico-neuroses. O tratamento é do fórum dermatológico.
São várias as causas para a queda como uma má alimentação, anemia, deficiência de Zinco ou Magnésio no organismo, stress, tabaco, período pós-parto, mas a principal é a calvície androgenética ou seja a predisposição genética herdada dos pais. Muito raramente, uma pessoa com pais e/ou tios com calvicie não sofrem do mesmo problema. Mas se antigamente as alternativas não abundavam e a sociedade não dava muito valor a este problema, actualmente pode fazer algo por si.
Hoje em dia são várias as opções para tratamento ou redução da queda de cabelo, e podem ser tantas e tão variadas, como produtos cosméticos de venda ao publico, tratamentos com medicação via oral ou localmente receitadas pelos médicos ou tratamentos cirúrgicos tais como o transplante capilar, mas para estas deverá sempre consultar o seu dermatologista.
Existem soluções mais simples, que passam por ter simples cuidados diários. Verá resultados ao fim de algum tempo e quanto mais depressa actuar, melhor serão os resultados. Se estiver ainda na altura de "evitar" estas soluções mais simples são uma boa alternativa. Se já estiver mesmo calvo terá de consultar um dermatologista para o ajudar.
Qualquer que seja o seu caso existirá uma solução para si. O objectivo deste site, é ser um guia, e orientá-lo para que possa resolver este problema que tanto o(a) atrapalha. Aumente a sua auto-estima e verá que tudo correrá pelo melhor. Agora está na hora de ver oq ue pode fazer por si!

gata gostosa