dailymotion-domain-verification-bf8367051eadca91-dmebea1o8ssgrxz1l Jacir Holowate: 3 de Fevereiro de 2010 stat counters

Audiencia do site

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

ELEIÇÕES 2010 EM RONDÔNIA: Petistas reafirmam pré candidaturas de Valverde e Fátima



Pesquisas voando

Neste estágio inicial de campanha, repleto de indefinições alguns candidatos ao governo de Rondônia colocaram seus institutos de pesquisa em campo para aferir em quantos anda suas posições no ranking regional. Poderiam poupar seu rico dinheirinho, já que nesta época do ano só decola mesmo o Rei Momo.




Estratégias diferentes

Vejo estratégias diferentes dos possíveis pré-candidatos rondonienses ao governo neste inicio de ano. O representante da base aliada João Cahulla (PPS), o petista Eduardo Valverde e o peemedebista Confúcio Moura desenvolvem blitz no estado para impulsionar seus nomes. Já, o tucano Expedito reduziu seu ritmo, aguardando definições sobre a cassação de Ivo e Cahulla.




Catimbando o jogo

Os dois cardeais da BR, o ex-governador e atual prefeito de Ji-Paraná José Bianco (DEM) e o senador Acir Gurgacz (PDT) catimbam o jogo no vestiário, buscando a melhor hora de entrar em campo. Rosangela Cipriano (PSOL) e Melki Donadon (PHS) buscam composições, alianças etc. A coisa só deve esquentar mesmo depois do carnaval.




Pode se esgoelar

Fontes petistas me disseram ontem à tarde: o senador
Valdir Raupp e o PMDB podem se esguelar todos que o partido de Lula não vai mudar a configuração de candidaturas em Rondônia: Eduardo Valverde é o pré-candidato ao governo e Fátima Cleide ao Senado e fim de papo. E que vá voduzar os petistas lá na China!




Efeito devastador

A intervenção do governador Ivo Cassol pró-Cauhlla na base aliada foi devastadora na campanha do senador cassado Expedito Júnior. Prefeitos, deputados e partidos da base de sustentação ao governo migram em revoada para a campanha do vice-governador. Ivo, como uma sucuri enorme, asfixia a postulação de Júnior, mas lhe dando sobrevida: aceita que ele seja seu candidato de escuderia ao Senado nas eleições de outubro.




O Laço da sucuri

O laço final da sucuri foi dado em Expedito. É um estrangulamento com carinho? Nos bastidores Ivo encena negociação com Melki para dobradinha ao Senado. Trocado em miúdos: temos aí um recado para Júnior se decidir logo, senão nem dobradinha terá. Como é a política: há alguns meses atrás a posição era invertida. Expedito era uma sucuri gorda dando o laço em Ivo. Depois da cassação a coisa se inverteu.




Precisa de reação

Do lado de Expedito, ele precisa reagir já e desatar as amarras. Uma saída para não esvaziar de vez sua corrida ao Palácio Presidente Vargas em Rondônia seria trazer com urgência o presidenciável José Serra para cá numa busca de revitalização de sua campanha perante as lideranças regionais ou, enfim, criar fatos novos.




Vendendo o peixe

O ex-prefeito de Vilhena Melki Donadon (PHS), o caudilho da soja, continua vendendo seu peixe para se transformar em candidato a vice governador de alguém. Ele persegue isso desesperadamente e negocia com todos credos políticos, do PT de Valverde, ao PSDB de Expedito, sem esquecer o PMDB de Confúcio e o PPS de João Cahulla.




Apoio furado

Melki é daqueles políticos que brilha sozinho e não consegue transferir votos em eleições majoritárias. Quem não lembra a “enterrada” que ele proporcionou ao favorito de 1998, o então governador Valdir Raupp? Mesmo assim ele consegue vender o seu peixe prometendo vitória no Cone Sul a quem firmar aliança com seu clã. Demora...


Fonte : CARLOS SPERANÇA

Carnaval na praça de Ouro Preto terá cinco noites


O tradicional carnaval popular da Praça da Liberdade de Ouro Preto do Oeste terá cinco noites de folia. Os shows musicais no palco de show vão ocorrer nas noites de 12 a 16, conforme definiu ontem com o prefeito Alex Testoni (PTN), com a comissão que organiza a festa momesca.

Até o momento, já foi confirmada as contratações da banda Água Cristalina, de Manaus, para a noite de segunda-feira (15), da banda Swing Country e Flash Music. De acordo com o prefeito, a programação do carnaval da praça da Liberdade terá outras atrações musicais inseridas, resta ainda fechar os contratos com os músicos.

A prefeitura de Ouro Preto aposta nos eventos que reúne público regional para atrair movimento para a cidade. A festa da praça é uma alternativa gratuita que contempla público distinto de várias cidades do interior do Estado.

O prefeito enfatizou que a prefeitura realiza o carnaval popular com apoio irrestrito da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, na organização do trânsito nas ruas da cidade, e nas imediações da praça. “Principalmente no que diz respeito à segurança dos brincantes”, destacou Alex Testoni.

BRASÍLIA: MOREIRA MENDES REPUDIA PROPOSTA DE MUDANÇA NO TRAÇADO DA BR 421


O deputado Moreira Mendes (PPS-RO), juntamente com vários parlamentares das bancadas estadual e federal de Rondônia, participou na tarde desta terça-feira, em Brasília, de reunião com o diretor de Planejamento e Pesquisa do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte), Miguel de Souza, para discutir o futuro da rodovia BR 421, no estado de Rondônia. Na pauta, a mudança no traçado original da rodovia, proposta pela Funai (Fundação Nacional do Índio), Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e Instituto Chico Mendes.

Moreira Mendes foi taxativo em sua posição. Defendeu que o projeto da rodovia seja mantido inalterado, argumentando, para isso, que comunidades importantes para o estado, como a de Campo Novo, serão fortemente prejudicadas caso a mudança se concretize. “Não é possível isolar uma comunidade como a de Campo Novo, que é um dos mais antigos municípios do estado”, enfatizou.

O impasse em torno da construção da BR 421 surgiu depois que a Funai, o Ibama e o Instituto Chico Mendes acionaram o Ministro Público para suspender a obra, sob a alegação de que sua construção iria atingir áreas de proteção ambiental e terras indígenas. “Se se deslocar o eixo da rodovia como está pretendendo o Dnit, Campo Novo vai ser uma ponta de linha, vai ser esquecido, vai prejudicar o desenvolvimento daquela comunidade e de toda a região”, alerta Moreira.

O deputado reforçou ainda seu apoio às lideranças de Campo Novo e defendeu o entendimento como solução para liberar as obras da rodovia. “Precisamos somar esforços políticos no sentido de encontrar uma saída, um caminho de conciliação, que atenda aos interesses da Funai, dos índios e do Ibama com a questão do meio ambiente. Mas é preciso, antes de tudo, olhar a situação da população”, afirmou.

Além de parlamentares, acompanharam o deputado na reunião o prefeito Marquinhos, o presidente da Câmara, Valdecy Fernandes de Souza e vereadores de Campo Novo.

FONTE: Claudivan Santiago – Assessor de Imprensa