dailymotion-domain-verification-bf8367051eadca91-dmebea1o8ssgrxz1l Jacir Holowate: 5 de Setembro de 2010 stat counters

Audiencia do site

domingo, 5 de setembro de 2010

Como saber de qual site meus visitantes vem?

Saber a origem de seus visitantes é muito importante, assim saberá onde o seu blog está sendo melhor divulgado. Isto também é bom para saber se os seus parceiros arrumam leitores para você, vendo a origem de seus visitantes. Para saber esta informação, recomendo dois contadores extraordinários que possuem este recurso e outros recursos inúmeros.
Este serviço avançado para websites/weblogs é, sem dúvidas, outra ótima criação do Google. Usando este contador, é possível descobrir coisas que nenhum outro contador revela, como a origem de suas visitas e o browser de seus visitantes. Vale a pena instalá-lo em seu blog, é rápido e prático.

 
Outro serviço maravilhoso, com vários serviços avançados, jamais oferecidos por qualquer contador comum. Este contador é de fácil uso e mostra estatísticas básicas e avançadas de seu blog, desde o lugar do mundo em que o seu visitante mora até o site em que seu visitante localizou seu blog. Este contador trará praticidade à você e é de extrema importância adquirir um destes.

Meebo

Gratuito
Tamanho: -
134.961 downloads
Sistema: Web
Empresa: Meebo


>clique para acessar<

"Converse no MSN, Yahoo!, GTalk e vários outros ao mesmo tempo pelo navegador em uma interface muito agradável."

O Meebo é, provavelmente, a melhor solução para você usar vários serviços de mensagem instantânea direto no navegador. Com uma interface agradável, o Meebo faz com que você se sinta na própria Área de Trabalho enquanto conversa com seus amigos pelo MSN, GTalk e vários outros.
Vários serviços de conversa em um lugar só
É possível que o site já esteja em português assim que você o abrir. Caso contrário, você pode alterar a língua por uma caixa de seleção localizada na parte de baixo da tela. Na página inicial ficam todos os serviços que você pode fazer login: Windows Live Messenger, Google Talk, Facebook, Yahoo!, MySpace, AIM, ICQ, Jabber e MyYearBook.

Alguns deles precisam que você clique na logo referente ao serviço para que a caixa de login apareça. Se você quiser, há uma caixa para "Conectar como invisível", que deve ser marcada antes de realizar o login.
Você também pode optar por criar uma conta do Meebo. Dessa forma, é possível incluir contas de vários serviços de mensageiros diferentes em um só local e acessá-los de uma vez só ao fazer o login no site.

Colocando o papo em dia

Quando você faz o login (seja em uma ou em várias contas), aparece no lado esquerdo da tela o status em cada serviço. No lado direito da tela ficam todos os contatos separados por grupos que você criou em mensageiros. Entretanto, a única separação entre contas de outros mensageiros é o ícone que aparece ao lado de cada contato.
Você pode conversar com qualquer pessoa ao clicar duas vezes sobre o nome dela na lista. Imediatamente uma pequena janela é aberta e você pode começar a digitar a mensagem normalmente. Logo em cima da área da mensagem fica uma opção para modificar a cor do texto e a fonte, assim como uma caixa com vários emoticons (vários deles compatíveis só para quem também usa o Meebo).
Já no topo da janela de conversa ficam vários recursos interessantes. É possível visualizar informações do contato (nome, status, bloqueado e se tem você adicionado), iniciar uma conversa com áudio e vídeo, abrir um histórico de conversas, enviar arquivos, começar uma conferência com várias pessoas e jogar alguns games do site.

Configurações

No topo da tela você pode configurar tudo que diz respeito ao Meebo. Em "Contas" você pode adicionar e remover quaisquer serviços, assim como regular a senha e marcar para conectar ao iniciar e/ou como invisível.
Em "Preferências" é possível regular a "aparência" (com vários temas divididos em categorias como música, filmes e marcas), as "mensagens" (com regularem para tocar sons, guardar históricos e só receber mensagens de amigos) e a conta usada no Meebo (email e senha).

  >clique para acessar<

Google Talk 1.0.0.104

Gratuito
Tamanho: 1,53 MB
1.551.874 downloads
Sistema: Windows XP/2000/2003
Empresa: Google


>clique para baixar<

"Agora é o Google que entra na onda dos mensageiros instantâneos!"

Em um mundo cada vez mais globalizado, a troca de informações e a comunicação estão sendo muito valorizadas. Os dias passam e a Internet ganha força na troca dessas informações, permitindo que você converse com seus amigos, parentes e pessoas do mundo inteiro.


Pensando nisso, agora é o gigante Google que traz um mensageiro instantâneo para brigar com os bons e famosos programas do gênero, como o MSN Messenger, o ICQ e outros. Sinta-se livre para conversar com quem quiser!

Características



  • Escolha: Converse com alguém por mensagens, ligações ou por envio de e-mail.




  • Qualidade: Ouça seus amigos como se estivessem dentro do mesmo quarto!




  • Facilidade: Seus contatos que possuem Gmail são pré-carregados no Google Talk para convidar ou conversar com apenas alguns cliques.



  • O software necessita de uma conta no Gmail para logar e você também pode conversar com seus contatos que possuem o Google Talk através do Gmail sem ter de instalá-lo, usando-o pelo navegador!

    Experimente o Google Talk e acompanhe o desenvolvimento deste programa que promete ser uma grande força futuramente.
      
    >clique para baixar< 

    eBuddy

    Gratuito
    Tamanho: -
    124.024 downloads
    Sistema: Web Java
    Empresa: eBuddy


    >clique para acessar<

    "Tenha os melhores serviços mensageiros da atualidade em um serviço funcional e sem nenhuma instalação!"

    eBuddy é um mensageiro gratuito que traz, sem maiores complicações, os serviços mensageiros da MSN, Live, Yahoo, Google Talk MySpace para o seu uso, sem a necessidade de instalar nenhum arquivo no seu computador.

    Totalmente online!

    O serviço em questão é ideal para vários tipos de usuários, tanto para aqueles que têm pouco espaço disponível no computador e gostariam de usar um serviço de mensageiros que não ocupa espaço no disco rígido, quanto para os que utilizam diversos messengers de marcas diferentes e gostariam de pode acessar qualquer um deles de um modo totalmente gratuito e funcional.

    Tudo isso é possível pelo fato do eBuddy utilizar apenas o seu navegador para funcionar. Para fazer uso do serviço, você precisa apenas escolher em qual dos messengers quer entrar e colocar o seu endereço de e-mail e senha nos campos específicos.
    Utilize os principais mensageiros em um só serviço!Principais características

    Dentro do eBuddy, você poderá se surpreender com as diversas opções e configurações presentes no serviço. Ele é muito semelhante aos melhores messengers, e se destaca pelo fato de não requerer nenhum tipo de instalação.
    Você poderá classificar seus contatos por grupos e abrir quantas janelas de conversação desejar, alternando entre elas em forma de abas, de modo semelhante ao Mozilla Firefox. Ele permite, ainda, a colocação de imagens de exibição e visualização das imagens de seus contatos.
    O serviço permite, ainda, enviar todo tipo de emoticons e fazer as tarefas mais básicas que todo mensageiro apresenta. Ele é totalmente compatível com os principais navegadores da atualidade, como o Mozilla Firefox e o Internet Explorer.

    Outras versões

    Clicando aqui, você encontrará outras versões específicas para o eBuddy. Uma delas é ideal para quem gostaria de se comunicar através de telefones celulares, trazendo configurações específicas para esse tipo de aparelho. Há, ainda, uma versão com um visual bem semelhante ao MSN Messenger, caso esse seja o seu mensageiro preferido.  
    >clique para acessar< 

    ICQ 7.2 Build 3143

    Gratuito
    Tamanho: 12,20 MB
    2.072.901 downloads
    Sistema: Windows XP/Vista/7/2000
    Empresa: ICQ Inc.


    >clique para baixar< 

    "O pioneiro das mensagens instantâneas está em nova versão! Deixe suas conversas ainda mais interessantes."

    ICQ é um acrônimo para a expressão em inglês: “I Seek You” (ou “Eu Procuro Você”, em português). Ele deu início ao gênero de programas que conquistou milhões de usuários pelo mundo: os mensageiros instantâneos.
    Lançado em 1997 e já tendo sucesso logo de cara, não manteve seu reino por muito tempo, mas conseguiu conquistar uma legião de fãs que usa até hoje o programa.
    Agora, ganha uma nova versão com várias funções novas, desde uma rede social totalmente integrada a outras (como Facebook e Twitter) até novos jogos e ferramentas para deixar as conversas mais interativas.


    Os seus contatos

    Na janela principal do programa você encontra um botão para adicionar novos contatos. Você pode adicionar alguém colocando o nome, email ou número do ICQ (também chamado “UIN”), ou através da importação de outras redes, em “Importar Contatos”. Ao importar, basta fazer o login em seu Facebook, GMail, Hotmail ou Yahoo! Para que o programa procure por contatos que também tenham ICQ.
    Os seus contatos ficam todos listados na primeira aba do programa e basta um duplo-clique sobre eles para começar uma conversa instantânea. Ao clicar com o botão direito do  mouse é possível iniciar outras atividades, ver os perfis e organizá-los em grupos.
    ICQ: agora também uma rede social

    Seu perfil

    Ao posicionar o ponteiro do mouse sobre a sua imagem de exibição é possível encontrar uma opção para editar o seu perfil. Você pode optar por editar somente informações básicas em “Editar Perfil”, ou de maneira mais completa em “Perfil Inteiro” (que abre o site do ICQ). Nessa janela é possível também adicionar uma foto sua e uma mensagem pessoal.
    Editando o perfil.
    O seu perfil completo, no site do ICQ, funciona exatamente como uma rede social, com todos os seus amigos listados detalhadamente. É possível até mesmo enviar fotos suas para ficarem armazenadas no seu perfil e compartilhadas com todos os seus contatos.
    Na segunda aba do ICQ você encontra uma opção chamada “Feeds e Amigos”. Ao clicar em “Configurações” você pode associar essa área do ICQ com outras redes, como: Delicious, Digg, Facebook, Flickr, Twitter e YouTube. Depois de criar as associações, você visualiza todas atualizações das outras redes dentro dessa aba do programa.
    Ou seja, é possível, por exemplo, ver o seu Twitter diretamente do ICQ. Você pode inclusive marcar uma opção para que o Twitter seja atualizado através do ICQ, ao colocar alguma mensagem no status do programa. Caso você não goste da “avalanche” de informações que o programa pode se tornar, é possível filtrar tudo através do botão “Exibir”.
    Uma das interações entre as redes e o ICQ é o Facebook Chat, no qual você conversa com pessoas da sua lista de amizades do site que mais cresce no país.

    Gerencie emails

    Outra grande novidade e vantagem do ICQ é que, além de estar conectados com as redes sociais você também está ligado aos emails do Gmail e do Yahoo!Mail. Isso porque, na nova versão do programa, você pode configurar o programa para receber atualizações e pré-visualizar aquela mensagem que está esperando que apareça na sua caixa de mensagens.
    Para ficar ainda mais ligado, o ICQ trouxe não apenas os Feeds para sua página, mas também apresenta uma forma mais interessante de visualizá-los. Agora você é capaz de acompanhar as mensagens acompanhadas do avatar, para melhor identificar quem está dizendo o que.
    Saiba mais sobre a nova versão
    Conversando

    As janelas de conversa não são nenhum mistério se você conhece um mínimo de mensageiros instantâneos. Basta digitar a sua mensagem e pressionar Enter para enviá-la. Você também conta com dois grupos de emoticons (“ICQ Gallery” e “KOLOBOK”).
    Os conhecidos “Winks” do Windows Live Messenger aparecem aqui com o nome de “tZer”, com cerca de 10 animações diferentes. Logo abaixo da foto de seu amigo você também pode adicionar outros contatos, compartilhar imagens e conversar por voz e webcam.
    Você pode escolher também para onde quer enviar seu status com a denominada "Caixa de Status". Além disso, a versão atualizado do ICQ conta com uma nova caixa de upload de fotos, muito mais dinâmica. Assim você compatilha as imagens favoritas com os amigos rapidamente e sem a necessidade por esperar por nada.
    A ovelha aniquiladoraJogos
    Quem conferiu as últimas versões do ICQ já conhece os jogos que estão disponíveis para o mensageiro, como: Sinuca, Damas, Gamão, Slide-a-Lama, Zoopaloola, Warsheep, Pôquer e Dardos.
    Todos os games são bastante caprichados e trazem bons gráficos e sons e você pode jogar com qualquer contato que tenha o ICQ e o jogo instalado.

     Temas

    Para deixar o sistema muito mais interessante do que já é, recheado deo opções e jogos divertidos, a nova versão do programa traz novos temas pré-instalados. Você é capaz de modificar as cores, estilos e mais do programa rapidamente através do menu. Além disso, o programa traz um pré-visualizador de temas, para que você saiba como ficou seu mensageiro depois das mudanças.
      
    >clique para baixar< 

    Adobe Flash Player 10.1.82.76

    Gratuito
    Tamanho: 2,76 MB
    15.015.983 downloads
    Sistema: Windows XP/Vista/7
    Empresa: Adobe


    >clique para baixar<

    "A Adobe cria o Flash, os designers o conteúdo. Conheça a versão 10 do plugin mais usado da web."

    Quando pensamos que a Adobe não tem mais o que inventar, ela lança mais uma ferramenta inovadora, recheada de recursos novos e ideias originais. Não poderia ser diferente com o Flash Player, o plugin mais utilizado da web, que deixou de ser um simples reprodutor de animações e banners publicitários, para se tornar um poderoso player multimídia, com suporte para vídeos e um grau de interatividade com o usuário nunca antes visto na internet , assim como  a possibilidade de criação de conteúdo muito mais rico e dinâmico.

    Realizando o Download
    Como o Adobe Flash costuma ser um plugin para os navegadores, cada um deles tem a sua versão individual do programa. Nesse caso, você encontra o Adobe Flash Player 10.1 para Internet Explorer, Mozilla Firefox e outros navegadores. Para baixar, clique com o botão direito sobre um dos links abaixo e selecione"Salvar Destino Como".
    Desinstale antes de instalar
    Para que você instale com segurança o Adobe Flash Player 10.1 RC 4, é necessário desinstalar as versões anteriores. Nesse caso, você deve ir ao Painel de Controle e abrir "Programas e Recursos". Depois, selecione o Adobe Flash Player 10 (ou anterior) e desinstale. É possível que você encontre o Plugin e o ActiveX — um corresponde ao navegador e outro ao sistema.
    O bom e novo player de Flash
    A nova versão do Flash Player agora também suporta a criação de conteúdo em 3D. Baixe o plugin e fique boquiaberto com aquilo que ele é capaz de fazer. Ao assistir ao vídeo de apresentação do Flash Player 10 você já vai ficar arrepiado com aquela que é a versão mais espetacular do plugin. Agora imagine quando os novos conteúdos com suporte para a nova versão começarem a aparecer na internet.
    Desenvolvedores agora têm à mão uma ferramenta mais robusta, que permite ter mais controle sobre sua criação e usuários ávidos por impressionar seus olhos ficarão perplexos com a qualidade dos novos efeitos que é capaz de produzir na tela do seu computador. Além disso o suporte aumentou e  o Flash Player atende uma quantidade relativamente grande de celulares, smartphone e notebooks.
    Demorou, mas o 3D chegou.
    Agora os desenvolvedores podem criar sites, ferramentas e interfaces muito mais envolventes e visualmente atrativas com o suporte integrado do Flash a efeitos tridimensionais. Objetos que antes pareciam achatados e mal construídos agora podem ser transformados em objetos 3D sem dificuldade e com qualidade convincente.
    Aceleração
    Se você tiver uma boa placa de vídeo em seu computador (ou processamento onboard de uma), é possível que note uma boa melhora no desempenho ao assistir a vídeos em HD (alta definição) e jogar games em Flash que sejam um "pouco mais pesados".
    Compatibilidade
    Como muitos navegadores se desenvolveram com a opção de navegação privada (como o Google Chrome), nada mais justo do que o novo Flash Player se adaptar também. Agora, não importa como você navegue, elementos em Flash não têm mais a velocidade afetada e nenhum cookie ou histórico ligado à página é guardado.
    Som de qualidade
    Algo ainda pouco explorado no Flash é o seu suporte para áudio, que está presente há várias versões do player, mas ainda não utilizado plenamente. Com o lançamento da versão 10, os desenvolvedores podem ir além da experiência visual e criar até mesmo sequenciadores de áudio, mixers e produzir música para jogos para que sejam tocadas em tempo real, enquanto o game é executado. A qualidade também é várias vezes superior ao áudio das versões anteriores.
    Integração direta com hardware
    Mas como é possível que todos esses novos recursos sejam exibidos em meu computador, sem que ele fique lento, instável ou simplesmente trave o meu navegador? A resposta é simples: agora o Flash tem integração direta com o seu driver de áudio e de vídeo. Ou seja, ele dá ordens diretas à sua placa de som e vídeo para que ela exiba de forma mais estável e rápida o conteúdo criado em Flash.
    SWF pesquisável
    Não adianta ter conteúdo atrativo, mas ninguém conseguir encontrá-lo. A Adobe firmou parcerias com as principais empresas de pesquisa na internet para que os arquivos SWF não sejam mais ilhas desertas impossíveis de serem alcançadas por mecanismos de busca. Agora os arquivos permitem que sites como Yahoo! e Google façam pesquisas internas no SWF, permitindo que o conteúdo não só seja envolvente, dinâmico e bonito, mas muito mais fácil de ser encontrado.

    Nova versão com muitas funcionalidades.Maior alcance: o suporte aos sistemas operacionais aumentou de maneira estrondosa a partir desta versão do Flash Player, permitindo que dispositivos móveis se conectem e vejam conteúdos com muito mais compatibilidade;

    Resolução de erros: para os desenvolvedores, agora há uma ferramenta que permite cuidar de todos os erros de uma maneira global. Além disso, estes podem ser personalizados, de forma que o usuário saiba o que ocorreu de errado com as palavras do próprio desenvolvedor;

    Mobilidade: como nem todos os portáteis têm potência alta o suficiente para aguentar processamentos pesados em Flash, agora a aceleração de gráficos usa o hardware, proporcionando melhorias de performance na renderização e utilização da memória. Além disso, o Flash agora suporta smartphones com touchscreen e acelerômetros;
    Streaming de qualidade: tecnologias multimídia como o streaming de vídeo tem uma melhora de performance nos navegadores, com suporte para eventos ao vivo e controles de buffer. As conexões também são mais estáveis, de maneira que você dificilmente terá problemas com interrupções ao assistir vídeos ao vivo.
    Tecnologia multi-touch: já que uma das ultimas tendências é a utilização de computadores com tela de toque (touchscreen) — o que inclui também os tablets — o Flash também se adaptou para que a capacidade de usar multi-toques (multi-touch) esteja disponível.
      
    >clique para baixar< 

    Google Chrome 6.0.472.53

    Gratuito
    Tamanho: 550 KB
    18.626.714 downloads
    Sistema: Windows XP/Vista/7
    Empresa: Google


    >clique para baixar<

     "Sincronize todos os seus dados e preferências nesta nova versão estável do navegador da Google."

    A gigante Google acaba de liberar a versão final do Google Chrome 6. O navegador agora está mais rápido e com suporte a mais de 1500 extensões que podem ser acessadas rapidamente a partir do próprio browser.

    Se você já utiliza o Google Chrome nos próximos dias deverá receber uma mensagem solicitando uma atualização para esta nova versão. A migração, como acontece com a maioria dos produtos lançados pela empresa, será gradual, mas deve ser concluída em breve. Se você deseja acelerar esse processo já pode baixar diretamente do site oficial a versão final.

    A sexta versão do navegador ganha estabilidade e continua oferecendo todos os recursos que foram mostrados ao público durante as versões Beta. Fácil sincronização de todas as funcionalidades, dinamismo no carregamento de páginas e muita leveza, o que torna o Chrome muito mais recomendado para usuários domésticos.
    extensões no Chrome
    Há algumas versões o Google Chrome já disponbiliza extensões para facilitar a navegação e o acesso a várias funções externas. Elas também podem ser clientes de serviços online, como o Twitter, Facebook e vários outros. O melhor de tudo é que os complementos do Google Chrome  são simples e não exigem a reinicialização do navegador.
    Várias extensões para melhor navegação
    Outro ponto positivo das extensões é a permissão para usá-las no modo anônimo do navegador, o que não era possível até algumas versões atrás. Para isso é necessário acessar o menu de extensões pela janela de ferramentas e marcar a caixa de seleção ao lado de “Permitir em modo anônimo”
    Conheça o navegador do Google

    Sincronize sites favoritos

    Outro aspecto interessante é a possibilidade de sincronizar os seus sites favoritos a partir do próprio navegador. Já na instalação do browser surge uma opção para importar favoritos e senhas dos outros navegadores disponíveis no seu computador.
    Opção para Bookmarks
    Se os seus sites favoritos estão aramazenados sob uma conta do Gmail, você pode importá-los para a barra de ferramentas e acessá-los sempre que estiver logado com mais facilidade. Para isso vá em "Ferramentas" e escolha a opção "Sincronizar os meus favoritos".

    Sincronização de autocompletar

    Agora é possível sincronizar até mesmo os serviços de autocompletar do Chrome. Para configurar o processo, clique em “Ferramentas > opções > Coisas pessoais > Opções de preenchimento automático” e então começar a preencher os campos que deseja transformar em autocompletáveis.
    Autocompletar pode ser sincronizado
    É possível inserir nome completo, nome da empresa, endereços, cidade, estado, CEP, país, telefone, fax e email. Além de informações referentes ao cartão de crédito do usuário. Sincronizar essas informações é bom para quem utiliza computadores compartilhados que podem ter keyloggers instalados.

    Cada vez mais rápido

    A cada nova versão do navegador, o motor de processamento das páginas é evoluído e apresenta novos recursos para melhorar a navegação. A versão V8 que já está disponível desde as últimas edições do Beta do Chrome, permite o carregamento das páginas muito rapidamente, como mostra o vídeo ilustrativo que a Google preparou.
    A Google já está trabalhando com a versão 7 do navegador que acaba de completar dois anos de vida. Com isso, o navegador promete ficar ainda mais veloz do que esta última versão estável e também deve prosseguir com sua leveza habitual. O que ainda falta para o navegador é uma ferramenta parecida com o Panorama, do Firefox.

    Firefox 4: primeiras impressões

    Testamos o novo Firefox e agora compartilhamos com você todas as nossas opiniões e experiências.

    Ainda ontem publicamos o Minefield versão 3.7 Alpha 6 pre, o qual em teoria já conta com recursos exclusivos do Mozilla Firefox 4. Apesar de não ser totalmente estável, pudemos experimentar o novo visual do navegador e também alguns recursos interessantíssimos para a web.
    Dentre tantas promessas estava o plugin WebM, que deve tornar-se o padrão do futuro YouTube. Claro que aproveitamos a versão Alpha para estressar o navegador ao máximo, de modo que pudéssemos obter algumas conclusões quanto à velocidade e à estabilidade.

    O visual é show
    Com certeza a interface do Firefox 4 deve impressionar muita gente, porém ela pode deixar a desejar para quem esperava uma cópia do Google Chrome. Felizmente a Mozilla fez o favor de não criar um navegador idêntico ao Chrome ou ao Opera.

    Com as abas no topo fica mais fácil navegar e abrir novas delas. Obviamente o visual padrão do Firefox não permite concluir se as abas no topo realmente serão bem aproveitadas com outros temas, porém a interface é muito mais bonita.
    O botão Minefield
    Quando compartilhamos o novo Minefield com o público ensinamos também a usar o botão de mesmo nome. O ícone alaranjado posicionado no canto superior esquerdo deixa o navegador muito mais elegante e economiza espaço, que pode ser usado para visualizar imagens dos temas.
    Apesar de ser um pouco bagunçado, o menu Minefield (que futuramente receberá o nome de menu Firefox) pode facilitar o uso para algumas pessoas. Quem já utiliza os atalhos do Firefox não vai sentir falta alguma dos antigos menus e, mesmo que necessite acessar alguma opção que não esteja no novo menu, basta usar a tecla Alt para visualizar os itens antigos.
    Complementos
    Com certeza um dos principais destaques do Firefox é a enormidade de extensões, temas e plugins disponíveis. Os usuários que o usam sabem como é fácil controlar diversas funções diretamente do navegador.
    No Minefield atual já é possível experimentar a nova seção dos complementos, porém ainda não há como instalar muitos add-ons, visto que o navegador está em fase Alpha e não há conteúdo compatível.
    Ao contrário do Firefox atual, o Minefield mostra os complementos numa aba separada. O que anteriormente era exibido numa janela no estilo popup , agora é concentrado na aba “Add-ons Manager” (Gerenciador de Complementos).
    O menu lateral do gerenciador facilita muito o acesso a quaisquer complementos. O primeiro dos itens possibilita a adição de novos add-ons, o segundo exibe as extensões, o terceiro mostra os temas e o último disponibiliza uma lista com todos os plugins instalados.
    O gerenciador de complementos mostra-se muito útil para quem deseja ter controle absoluto sobre tudo o que está instalado no Firefox. Além de exibir informações sobre a versão do programa, o gerenciador mostra o tamanho de cada complemento e até a data em que foi adicionado.
    Firefox 4: muito mais rápido
    Não adianta, independente da empresa que desenvolve o navegador, todas costumam anunciar as novas versões como “o mais rápido de todos os tempos”. A propaganda geralmente faz jus, pois os desenvolvedores costumam modificar muitas configurações no “motor” dos navegadores.
    O Firefox 4 ainda está longe de ser liberado, mas considerando que a versão 3.7 é uma prévia dele, já é possível ter uma ideia de como vai funcionar o software em sua plenitude. O carregamento das páginas está muito mais rápido, sendo que o navegador agora utiliza o Direct2D para acelerar o processo quando houver imagens e diversos elementos nas páginas.
    Ainda que em versão de testes, pode-se notar que o Direct2D realmente auxilia na hora de renderizar as páginas. Vale salientar que o Direct2D não necessita de um computador de alto desempenho e funciona mais do que perfeito em qualquer computador com configurações mínimas.
    Um pouco mais leve
    O “Calcanhar de Aquiles” do Firefox sempre foi o peso excessivo. Não há como negar que ocupar quase 200 MB ou muitas vezes mais do que isso é um absurdo para um navegador. Todavia, com o Minefield 3.7 é possível notar um gerenciamento aprimorado dos processos do Firefox, fator que reduz a carga total na memória RAM.
    Em nossos testes, mesmo utilizando o navegador com mais de 15 abas abertas, notamos que o Firefox manteve uma média de 175 MB utilizados na memória RAM (em alguns momentos o programa oscilava para 150 e em outros subia para quase 200 MB). Vale frisar que em todas as abas abertas havia muitas imagens, sites rodando em Flash e conteúdo dependente de JavaScript.
    Obviamente não testamos o site para abrir páginas que necessitassem de senhas, pois não havia propósito em testar a segurança de um navegador que está em fase Alpha. Apesar disso, o Firefox 4 deve contar com os protocolos mais recentes de segurança.
    WebM e HTML5
    Um dos mais surpreendentes recursos do Firefox 4 será o suporte para o novo codec WebM. A versão atual do Minefield já permite carregar vídeos em sites que trabalham com o novo formato, contudo é importante frisar que até mesmo o codec está em fase experimental.
    Em nossos testes o que decepcionou não foi o carregamento do Firefox, mas a implementação do codec WebM no YouTube. Não é nada fácil encontrar conteúdo com o novo codec e, além disso, o portal de vídeos mais famoso da internet não oferece opções interessantes para o formato.
    A impossibilidade de visualizar vídeos em tela cheia realmente deixa a desejar e a barra de progressos com o HTML5 não agrada muito. Contudo, tratando-se apenas do Firefox com WebM não há como reclamar de nada, pois em momento algum o navegador travou e sempre demonstrou ótima qualidade na reprodução.
    Nossa análise com o Minefield 3.7 foi realizada num computador bem simples que conta apenas com uma placa onboard (GeForce 6150). Mesmo com essa placa simples e um processador razoável foi possível exibir vídeos em 720p (resolução HD) com a utilização do WebM e HTML5.
    Conclusões finais
    Obviamente o Firefox 4 deve ser muito mais completo do que o Minefield atual. A Mozilla está guardando muitas cartas na manga para competir com o Internet Explorer, as quais só poderemos conferir daqui alguns meses.
    Enfim, o navegador realmente mostra-se perfeito em diversos aspectos e não decepciona em quase nada. Apesar de ainda estar um bocado pesado, a Mozilla deve solucionar o problema aos poucos.
    O Minefield pode ser baixado através deste link e esperamos que você também tenha obtido boas experiências com o novo navegador da Mozilla. Assim que surgirem novidades o Baixaki vai postar um novo artigo informando sobre o avanço do Firefox 4.
    Agora que já compartilhamos nossas experiências e opiniões, gostaríamos de saber o que você achou do Minefield 3.7 Alpha 6 pre.

    Mozilla Firefox 4.0 Beta 4

    Gratuito
    Tamanho: 9,37 MB
    902.859 downloads
    Sistema: Windows XP/Vista/7
    Empresa: Mozilla Labs


    >clique para baixar<

    "Novo Firefox 4: com visual limpo, navegação mais rápida, função Panorama e agora aceleração por hardware!"

    A Mozilla é, possivelmente, uma das empresas com melhor estratégia para beneficiar o usuário final do navegador alternativo mais utilizado atualmente. O Firefox tem conquistado uma legião de usuários e programadores justamente por oferecer segurança, velocidade e novos recursos.
    É inegável que o Firefox conquistou seu posto de um dos navegadores mais usados por puro merecimento, já que inovou ou implementou muito bem várias funções que acessamos com frequência diariamente — principalmente as extensões, grande mérito do programa.

    Por mais que o navegador já seja muito bom, a Mozilla sempre vem aperfeiçoando e reinventando o Firefox de maneira que agrade todo tipo de internauta e que pontos negativos de versões anteriores sejam exterminados.
    A mais recente versão do Mozilla Firefox chamou muito a atenção, com várias mudanças bem significativas, tanto visuais como em relação ao desempenho do programa. Como o foco do Jacir é sempre trazer os melhores conteúdos para o público interessado em tecnologia, resolvemos compartilhar a novidade para que todos possam experimentar.

    Atenção! Essa é apenas uma versão BETA, para testes


    Este software NÃO DEVE substituir seu navegador padrão. Recomendamos que você NÃO ACESSE contas de email ou de banco usando este software. Apesar de não ocasionar erros, esta é uma das primeiras versões do navegador 4.0. Assim, não é recomendado para uso diário, porque ainda existem algumas brechas e falhas no código do programa que serão corrigidas até a versão final.
    Por dentro do novo navegador
    Quem sempre acompanha o Jacir provavelmente viu o artigo sobre o novíssimo Firefox 4. É surpreendente a quantidade de alterações que a Mozilla planeja e até já mostra na nova versão do programa. O visual por completo com certeza foi o elemento mais alterado, com abas, menus e até mesmo o fundo diferentes.

    Novidades na aparência

    Lembrando muito as últimas versões do navegador Opera, o Firefox agora faz uso de transparências ao fundo do programa e de abas posicionadas no topo da tela (não mais abaixo dos favoritos e da barra de navegação).
    O topo da tela não traz mais os menus de antes como padrão, deixando tudo centralizado em um só botão alaranjado no canto superior esquerdo da tela. É a partir dele que você pode definir o antigo menu de volta, ao clicar em "Customize" e selecionar "Menu Bar". Também é possível optar por não usar as abas no topo e outras preferências.

    Abas de aplicativos

    Ao utilizar o computador diariamente é comum utilizarmos uma série de programas que raramente ficam fechados. Sejam eles reprodutores de música, editores de texto ou navegadores, há sempre algo ocupando espaço na Barra de tarefas que dificilmente tem seu funcionamento encerrado.
    Devido à tendência cada vez maior destes aplicativos se transformarem e adquirirem características online, o processo exposto acima migrou da Área de trabalho para as diferentes abas do navegador. Pensando nisso, a partir da versão 4.0 Beta 2 a Mozilla disponibiliza a opção “Aba de aplicativos”, que transforma as abas abertas em pequenos ícones.
    Para acessar a opção, basta clicar com o botão direito do mouse sobre uma aba qualquer e selecionar a opção “Converter em aba de aplicativo”. A partir desse momento a janela selecionada passa a ser exibida como um simples ícone, localizado no canto esquerdo superior do navegador.
    Para retornar ao visual padrão, simplesmente selecione a aba de aplicativo com o botão direito do mouse e clique em “Converter em aba normal”. A opção se mostra uma ótima adição ao navegador ao oferecer mais organização às abas e impedir que o usuário feche janelas acidentalmente.

    Alterne de forma inteligente entre as abas abertas

    Um dos recursos adicionados à versão 4.0 do Firefox é um sistema de buscas modificado, que permite alternar rapidamente entre as abas abertas pelo navegador. Basta digitar uma palavra-chave qualquer na barra de endereços para que sejam exibidas sugestões de janelas abertas correspondentes.
    Assim, fica muito mais fácil encontrar um site específico nos momentos em que se têm muitas janelas abertas ocupando a parte superior do navegador.

    Novidades no campo técnico

    Para melhorar a experiência de uso do navegador, a nova versão do Firefox conta com algumas melhorias em suas configurações técnicas. Além dos aplicativos em JavaScript rodarem com uma velocidade maior no navegador, ele também ganhou suporte experimental para Direct2D para renderizar sites e bloqueios de CSS que impedem que sites não verificados tenham acesso ao histórico de navegação do usuário.
    Outras pequenas mudanças aconteceram na parte visual do programa, que agora possui o mesmo padrão de imagens em todas as suas versões. Dessa forma, independente do sistema operacional utilizado, a experiência com o Firefox permanece sempre a mesma.

    Os bons e famosos complementos para o Firefox

    É claro que, mesmo em uma nova versão, a maior característica do Firefox não ficaria de fora das atualizações. Na verdade, aconteceu um bom aperfeiçoamento na função, com uma mudança geral na forma em que aparecem e são instaladas as extensões.
    Com o novo visual do navegador, você pode acessar os complementos pelo menu "Firefox" > "Customize" > "Add-Ons". Outra maneira é digitando "about:addons" na barra de navegação. Não mais em uma janela à parte, as extensões aparecem em uma aba própria, com as funções principais no lado esquerdo da tela.
    Você pode baixar complementos normalmente pela página do Firefox, mas vale lembrar que a maioria é incompatível com a versão 4.0. Pela busca avançada de complementos é possível filtrar para que só apareça aquilo que for compatível.

    Comprovado: mais leveza e velocidade na navegação

    É inegável que o Firefox é um excelente navegador, mas assim que começam as críticas o alvo é sempre quão pesado é o programa. Isso porque ele realmente é um problema em relação à performance até mesmo durante a abertura de páginas. A nova versão, entretanto, mostrou uma queda nesse sentido, de maneira que o consumo que era em média de 200 MB de RAM caiu para cerca de 175 MB.
    A abertura das páginas e o carregamento de conteúdo nelas também está muito rápido e chega a impressionar. A leveza durante o uso de elementos mais pesados também é uma característica da nova versão, com vídeos em HD que funcionam com muito mais fluência do que antes.
    Isso tudo acontece graças ao Direct2D, um recurso responsável pela aceleração do carregamento de várias imagens e elementos de uma página. Apesar disso, não significa um novo peso para o navegador, pois funciona bem tanto em computadores potentes como em outros que tenham configurações mínimas. A compatibilidade com o HTML5 e o novo CSS 3 também é garantida desde a versão 3.6.
    Entretanto, por ser uma versão beta o navegador ainda não está 100% pronto para encarar todo tipo de página e aplicação online, de maneira que incompatibilidades podem acontecer a qualquer momento. Nem mesmo no Acid Test o Firefox 4.0 atingiu o score máximo de 100 (foi até 97).
    Adicionalmente, o suporte à JavaScript do Firefox também recebeu melhorias que permitem maior velocidade de cálculos. Na prática, esses progressos associados à aceleração do Firefox (que por si só já está muito melhor do que as versões anteriores) permitem que o navegador proporcione melhores resultados com o carregamento de recursos gráficos.

    Vídeos com o novo codec WebM

    Há algumas semanas o Baixaki anunciou a chegada do novo K-Lite Codec Pack, o qual trazia suporte para o codec WebM. Todavia, até então os conteúdos que o usavam estavam escassos e usuários comuns não podiam visualizar vídeos na internet com o WebM.
    Com a versão atual do Mozilla Firefox já é possível conferir vídeos no YouTube utilizando o WebM em conjunto com o HTML5. O navegador já vem com o codec habilitado, sendo que o usuário precisa realizar algumas etapas no próprio YouTube para acessar vídeos com o novo codec. Confira:
    1) Acesse o YouTube;
    2) Realize sua busca. Preferencialmente busque por conteúdos internacionais (o termo “trailers” resulta em diversos vídeos compatíveis), pois não há muitos vídeos convertidos para HTML5;
    3) No campo de endereços acrescente o seguinte ao final da URL: “&webm=1”
    4) Clique no vídeo desejado;
    5) O vídeo deve aparecer como na imagem abaixo, com o logo “HTML5 + WEBM” na parte inferior da player de vídeo.

    Interação multitouch

    Uma das grandes novidades no Firefox é o reconhecimento do multitouch para usuários do Windows 7. Agora, uma série de tarefas pode ser feita na tela apenas pela interação do usuário via toque. Além da navegação entre telas, é possível redimensionar elementos (vídeos, imagens, etc.), ajustar o zoom, girar itens e empilhar.
    Você também pode efetuar “cortes” em vídeos e imagens. Da mesma forma como é possível interagir com um elemento inteiro, os “pedaços” obtidos de um corte podem ser redimensionados, girados, empilhados, etc. e tudo apenas com o manuseio da tela por meio do toque.

    A quarta versão Beta

    A guerra para decidir qual navegador será o mais veloz ainda não conheceu seu vencedor. A cada nova versão do Chrome e do Firefox, os olhos dos usuários ficam menos crédulos nas velocidades de resposta que os softwares podem oferecer. O que o navegador da Mozilla está fazendo para ganhar esse páreo?
    Utilizando aceleração gráfica. Como assim? É simples: alguns dos recursos do Firefox são processados nas placas de vídeo para agilizar o carregamento. Isso ocorre graças à interface Direct2D que o Windows oferece em suas versões mais recentes.
    O recurso é desativado na configuração padrão do programa para evitar gastos maiores de energia elétrica, principalmente para aqueles que utilizam notebooks e não podem descuidar da carga da bateria. Afinal, é de conhecimento geral que as placas gráficas consomem muito mais do que os processadores.
    Sincronização
    Outra opção que agora foi alterada nas configurações padronizadas do navegador é relacionada à sincronização. O que antes funcionava por um complemento, agora é nativo no programa: o Firefox Sync possibilita a sincronização de favoritos, históricos, informações e senhas entre várias máquinas acessadas pelo mesmo usuário.

    Panorama

    O projeto, que já se chamou Tab Candy, agora se chama Panorama e realmente funciona. No canto superior direito do navegador está o botão do Panorama, logo ao lado do botão utilizado para adicionar uma nova aba ao Firefox. As abas abertas ficam armazenadas em uma mesma divisão do Panorama, mas é possível fazer muito mais.
    Clique e arraste o cursor do mouse em qualquer lugar da aba criada para gerar um novo agrupamento de abas. Renomeie da maneira que quiser e, assim, agrupe as abas em vários segmentos diferentes, como Trabalho, Pessoal e tantos outros. Também é possível redimensionar os agrupamentos e arrastá-los da conforme preferir, hierarquizando por importância ou outros quesitos.

    Análise completa

    Os recursos acima são apenas alguns dos tantos elementos surpresa que a Mozilla pretende inserir na versão 4 final do Firefox. Se quiser saber maiores informações, leia o artigo Firefox 4: primeiras impressões e fique ligado no Jacir para conhecer mais sobre as novidades acessíveis na mais recente versão do navegador.




     >clique para baixar<

    Comparação: qual navegador está com a melhor interface de navegação em 2010?

    O Jacir comparou a interface dos navegadores mais usados. Confira quais os pontos fortes e fracos de cada um deles.

    A briga pelo mercado de navegadores está cada vez mais acirrada. As empresas do ramo não poupam investimentos para tornar seus respectivos browsers a sensação da web. O aspecto visual dessa ferramenta, essencial para você explorar a internet, ganha novos recursos e design a cada atualização.
    Mas qual navegador possui a melhor interface para navegação? Para eliminar essa dúvida, o Jacir analisou as características das últimas versões dos cinco navegadores mais utilizados:

    Ansioso para conhecer o que cada browser tem de melhor a oferecer? Confira os melhores momentos dos concorrentes nos tópicos seguintes e tire suas próprias conclusões.

    Beleza não é tudo

    Assim como na maioria dos programas, a beleza é o primeiro ponto observado em um navegador. Afinal de contas, assim que abrimos um aplicativo desse gênero, seu design e efeitos visuais são o que salta aos nossos olhos.
    Entretanto, a atratividade da interface de um browser não é tudo. Não adianta nada um navegador ser bonito se ele não proporcionar uma experiência agradável ao usuário. Nesse sentido, foram avaliados alguns aspectos fundamentais para que você consiga surfar pela web com maior comodidade, segurança e praticidade.


    Atenção! Algumas das versões analisadas são versões Beta, portanto, podem apresentar erros e mau funcionamento. Para evitar qualquer transtorno, antes de instalar qualquer aplicativo para teste, crie backup dos seus favoritos e um ponto de restauração do sistema. Acesse os artigos “Como salvar e restaurar meus favoritos?” e “Criando um ponto de restauração no Windows” caso não saiba como proceder.

    OCUPAÇÃO DE ESPAÇO DA TELA

    A maioria dos usuários, salvas poucas exceções, preferem uma aparência mais limpa do seu navegador. Aquele amontoado de Barras de ferramentas instalado como complementos a outros programas (como Skype, Ask.com, Bing, ICQ e Yahoo!), só serve como poluição visual e para reduzir o espaço útil da tela. Muitas vezes a gente acaba nem usufruindo desses serviços.
    Neste quesito o Google Chrome tem grande vantagem sobre seus concorrentes. Nos testes realizados pelo site Lifehacker, o browser da Google obteve êxito (oferecendo maior amplitude de visualização da tela) quando maximizado, em apresentação regular e com as abas dispostas na lateral (recurso padrão apenas no Chrome e Opera) – apresentando diferenças de 21, 7 e 26 pixels respectivamente.
    O Firefox rouba a cena apenas na comparação de tela inteira – disputando com Internet Explorer como browser mais prático nesse contexto. O Chrome e o Opera também dispõem dessa função, porém os botões de atalho, barras de navegação e outras ferramentas ficam inacessíveis. Já no Safari, não encontramos a opção de exibição em tela inteira. Quer fazer a prova real? Com o seu navegador aberto, pressione a tecla F11 do seu teclado. Para desfazer esta ação aperte, novamente, a mesma tecla.

    ACESSIBILIDADE

    No que tange a acessibilidade, deve-se considerar a facilidade com que o usuário consegue encontrar aquilo que deseja. Por exemplo, é mais acessível para você limpar o histórico em um navegador no qual é preciso executar três cliques do que em outro que exige cinco. Tendo isso em mente, vamos a nossa avaliação.

    Preferências de navegação

    As chamadas “preferências de navegação” são muito utilizadas para a customização de pequenos detalhes durante sua experiência na web. Entre as opções mais comuns estão: pasta para arquivamento de arquivos baixados; exibição de barras de ferramentas (como histórico e favoritos); padrão de tipo e tamanho de fontes; preenchimento automático de formulários; definições de bloqueio de popups; entre muitos outros.


    Confira a listagem abaixo com a quantidade de cliques para acessar os menus principais de cada navegador:
    • Safari 2 cliques (Ajustes Gerais > Preferências);
    • Firefox2 cliques (botão Firefox > Opções);
    • Chrome2 cliques (botão Personalizar e controlar o Google Chrome > Opções);
    • Opera3 cliques (Menu > Configurações > Preferências);
    • Internet Explorer3 cliques (Aba no canto superior direito > Ferramentas > Opções de Internet).
    Navegação privada

    O modo de “navegação privada” ou “navegação anônima” é um recurso interessante para quem costuma acessar serviços que solicitem dados pessoais, como home bankings. Ao ativar este estilo de exploração da web você aumenta sua privacidade, pois cookies, históricos e caches são eliminados.
    O Safari é o pioneiro neste segmento. Ele foi o primeiro browser a oferecê-lo e são precisos dois cliques para ativar sua “Navegação Privada”. No Internet Explorer o processo é bem parecido e a quantidade de cliques é a mesma para acionar sua “Navegação InPrivate”
    Os demais concorrentes (Firefox, Chrome e Opera), em suas respectivas versões, também disponibilizam meios do usuário manter-se “invisível” enquanto trafega pela internet. Porém, o acesso a tal recurso é mais penoso e, obviamente, são exigidos mais movimentos para apagar qualquer resquício da sua navegação.
    No Firefox o comando de ativação mais rápido é o CTRL+SHIFT+P. Por sua vez, no Chrome pressione a combinação CTRL+SHIFT+N para estabelecer uma exploração mais segura. Já no Opera clique com o botão direito do mouse em cima da Barra de novas abas e selecione a opção “Nova Guia Privada”.

    Ajuda

    Os navegadores atuais possuem funções para os mais variados fins. Quando nos deparamos com algo que não conhecemos, logo vamos à busca de informações para esclarecer nossa dúvida e nos auxiliar a desempacar de determinada situação. Mas e se você não encontrar o clássico botão “Ajuda”? Aí a coisa fica complicada!
    Para a felicidade geral da nação e dos usuários iniciantes, no que concerne à disponibilização de informações de ajuda todos os navegadores analisados apresentaram acesso facilitado a sua central de questionamentos. Em sua maioria, são precisos dois cliques para abrir uma página com as perguntas mais frequentes. Não tem tanta paciência? Então pressione a tecla F1 e veja o que acontece.

    DISPOSITIVOS DE BUSCA

    Enquanto surfamos na internet é bem comum encontrarmos termos, conceitos ou palavras que desconhecemos. A atitude mais comum é pesquisar em buscadores online referências para a necessidade informacional momentânea. Vendo esta prática comum, os desenvolvedores implementaram mecanismos de pesquisa mais dinâmicos.
    Exceto o Google Chrome (o qual possui interoperabilidade direta com o buscador da Google por meio da Barra de endereços), os demais aplicativos avaliados contam com um pequeno campo de pesquisa localizado no canto superior direito da tela. Abaixo estão listados os serviços de busca implementados como padrão:
    • OperaGoogle, Bing, Amazon.com, Ebay.com, Ask.com, Yahoo e Wikipédia;
    • FirefoxGoogle, Yahoo, BuscaPé, MercadoLivre e Wikipédia;
    • SafariGoogle, Yahoo e Bing;
    • Internet ExplorerBing;
    • ChromeGoogle.
    SITES FAVORITOS

    Com a correria do cotidiano, as ferramentas de armazenamento dos sites favoritos têm se tornado cada vez mais úteis. Os links das páginas mais acessadas têm ganhado espaço nos navegadores. Você não gosta muito daquela Barra acoplada ao browser? No seu entendimento ela ocupa muito espaço visual no navegador?
    Então as guias de acesso rápido do Safari (Top Sites), do Opera (Speed Dial) ou do Chrome são uma saída interessante para você. Primeiro, elas não invadem nenhuma Barra de ferramentas do navegador. Outro ponto positivo é que esse tipo de funcionalidade proporciona o acesso a seus serviços, blogs e sites prediletos com um único clique.
    O Opera e o Safari destacam-se por personalizar essas guias dinâmicas. Em ambos os casos você define quais sites devem permanecer com acesso facilitado. O Opera leva vantagem pela beleza, seu design é moderno e cheio dos efeitos visuais – o que o torna bem mais descolado. Tanto para o Internet Explorer como para o Mozilla Firefox (experimente o About:Tab) existem extensões que desempenham essa mesma função.

    TRANSIÇÃO DE ABAS COM EFEITOS

     Como último tópico, deixamos um quesito que torna seu navegador mais divertido e atraente. A beleza não é tudo, mas dá um aspecto visual mais agradável. Uma das últimas novidades dos navegadores, além da transparência da janela, é a transição de abas com efeitos gráficos.
    Os browsers mais populares deixaram a desejar nesse item. O Internet Explorer e o Mozilla Firefox são estáticos, não oferecem nenhuma perspectiva empolgante. Por outro lado, Opera, Safari e Chrome apresentam movimentações bacanas (apesar de serem semelhantes) quando duas abas são sobrepostas.

    A palavra final é sua

    Chegar a um consenso de qual navegador tem a interface mais prática e ágil é quase impossível. Isso porque a experiência que cada usuário tem ao utilizar um determinado browser é diferente. A sensação de satisfação com um ou outro aplicativo é subjetivo ao conhecimento prévio e necessidades de cada indivíduo.
    E como vem acontecendo aqui no Jacir, você tem vez e voz! Chegou hora da sua participação. Vote no navegador que, na sua opinião, tem a melhor interface de navegação.

    Opera 10.70 build 9036 Beta

    Gratuito
    Tamanho: 12,10 MB
    3.484.771 downloads
    Sistema: Windows XP/Vista/7
    Empresa: Opera Software


    >clique para baixar<

    "Novo Opera promete ser até oito vezes mais rápido do que antes."

    O Opera é admirado por sua velocidade, visual e simplicidade em certos detalhes. E, para a felicidade de seus usuários, uma nova versão foi lançada: o Opera 10.61.
    Com uma estrutura de JavaScript completamente nova, a promessa do novo Opera é a de  aumento de velocidade e maior segurança. O visual e várias funções do programa não sofreram grandes modificações, mas por dentro o navegador parece outro.

    Cada versão beta do Opera deixava os usuários ansiosos. Primeiro foi a revitalização da interface, que ficou muito mais bonita e intuitiva. Em seguida o código-fonte foi totalmente revisado para eliminar resíduos das versões anteriores e corrigir bugs.
    A versão final do Opera 10.61 conseguiu surpreender mesmo aqueles que acompanharam cada atualização. O navegador, além de incrivelmente rápido, agora tem suporte nativo para os novos padrões WebM e HTML5, recurso de geolocalização melhorado, sugestões de resultados nas buscas e  agora ele aplica os sistemas antifraude e antiphishing da parceira AVG!
    Navegação veloz e com estilo
    O Opera sempre se mostrou um navegador muito eficiente quando comparado aos outros gigantes do ramo. Os testes realizados pelo Jacir, como o "Comparação: qual navegador está com a melhor interface de navegação em 2010?", confirmaram isso ser verdade. Somente o Google Chrome é capaz de ser comparado às suas leveza e velocidade.
    Quando você abre o navegador, a página inicial exibe o que é chamado de "Speed Dial" (discagem rápida), que simula um menu de telefone. É uma lista que reúne todos os sites mais visitados por você, favoritos ou recentes. Parece bobagem, mas é realmente muito útil.
    As abas do Opera são conhecidas pela sua flexibilidade. Isso porque, assim que você clica e arrasta a barra que separa a navegação das abas, expandindo a área superior, é possível obter miniaturas das páginas que estão abertas. O visual é ótimo e facilita para aqueles que costumam abrir muitas páginas ao mesmo tempo.
    Há duas maneiras de acessar as outras funções principais do programa (como email, widgets, favoritos, pesquisa etc.): por meio do grande "O" vermelho localizado no canto superior esquerdo da tela, ou clicando no ícone de abertura de abas, na barra de baixo do navegador. E não se preocupe com os plugins de compatibilidade, pois os mais comuns, como o Flash, já vem instalados.
    Recursos
    Assim como nas últimas versões de outros navegadores, o Opera complementa automaticamente o que você digitar na Barra de endereços baseado no seu Histórico e lista de Favoritos. A busca dentro das páginas também foi aprimorada, de maneira que você filtre o que procura.
    Se você usar o Opera com o Windows 7, perceberá que o visual é feito para se adequar ao novo sistema operacional. Ou seja, a transparência toma conta do navegador e a integração dá uma sensação de estabilidade.
    Outra boa notícia para os usuários do novo sistema da Microsoft é que, ao pousar o mouse sobre o Opera na Barra de tarefas, todas as abas abertas no programa aparecem ali, como se fosse a função nativa do Windows 7, de várias instâncias abertas.

    Padrões avançados, suporte aprimorado

    A nova atualização do Opera cumpriu o que prometeu em relação ao suporte para tecnologias avançadas, como HTML5 e WebM. Se depender do Opera, tais padrões não serão problema. Seguindo as tendências, o navegador funciona muito bem com a nova tecnologia HTML5. Se você tinha alguma curiosidade de como funciona o YouTube ou o Vimeo no novo HTML, sinta-se à vontade para experimentá-lo. E, não menos importante, o CSS3 também foi implementado aumentando sua compatibilidade e estabilidade.

    Email

    Se você costuma ver seu email frequentemente e adota o Opera como navegador padrão, usar o cliente de email pode ser uma boa ideia. A partir da barra lateral ou do menu principal você acessa suas contas de correio eletrônico, que podem ser configuradas como POP3 ou IMAP (acesso web). Assim, basta uma nova aba para enviar uma mensagem e um clique para conferir novas mensagens.

    Geolocalização

    O Opera está cada vez melhor no quesito geolocalização. A tecnologia permite que sites saibam sua localização e, a partir daí, deixem sua navegação mais prática, por exemplo oferecendo resultados de buscas mais relevantes.
    A versão 10.61 do Opera permite que você compartilhe sua localização a fim de aproveitar da melhor maneira possível o conteúdo de sites que usam geolocalização. Para garantir sua privacidade, você tem total controle sobre quando o recurso deve ser utilizado.
    Conheça mais sobre o recurso com um mapa interativo em tempo real, clicando aqui.

    Opera Unite

    Já pensou em armazenar por acesso remoto suas fotos, músicas, documentos e compromissos? O Opera Unite é a função que torna isso possível. É como se o seu navegador transformasse o PC em um servidor web de arquivos.

    Opera e AVG, união para sua segurança

    O Opera utiliza os sistemas antiphishing e antifraude do AVG. O sistema impede que você acesse páginas sabidamente perigosas e também oferece feeds automáticos para você obter informações atualizadas sobre as últimas ameaças e manter-se protegido de malwares.
    Widgets
    Ao invés de complementos (como o Firefox), o navegador taz uma série de widgets, que vão desde clientes para redes sociais (Twitter, por exemplo) até jogos e utilitários para baixar vídeos. Eles funcionam como um aplicativo à parte dentro do navegador.
    Quem gosta da função nota que a nova versão traz uma série de novos widgets para serem utilizados com o navegador. A boa notícia é que agora eles são totalmente independentes. Ao instalar um novo widget, ele aparece fora do Opera, como um aplicativo do Windows. Isso significa que, se você fecha o navegador, o widget continua aberto e funcionando.

    A evolução não para

    Aplicativos online mesmo offline: o Appcache do Opera permite que você utilize aplicativos online mesmo sem conexão com a internet. O navegador armazena os arquivos necessários para você usá-los quando precisar.
    Mais pesquisa: o Opera conta com vários mecanismos de buscas para que você escolha o seu favorito. O Bing é a mais nova adição à lista. As buscas são aprimoradas com as sugestões, que complementam os resultados para direcionar você com precisão.
    Conserto de bugs: uma vantagem do Opera é a constante atualização para correção de problemas pequenos. Vários bugs relacionados ao quesito segurança foram corrigidos. Incompatibilidade com widgets que costumam fechar o navegador prematuramente foram revistas e assim por diante.
    Lembre-se de que se você sempre pode seguir o caminho "Menu > Ajuda > Procurar por Atualizações" para procurar pelas novas atualizações do Opera.



     >clique para baixar<

    Fasterfox 3.8.4

    Gratuito
    Tamanho: 115 KB
    297.911 downloads
    Sistema: Windows XP/Vista/7/98/2000/2003
    Empresa: Tony Gentilcore


    >clique para baixar<

    "Acelere a velocidade com que o Firefox carrega sites com este complemento para o navegador."

    Uma reclamação constante da maioria dos usuários de internet, por mais rápida que seja a conexão utilizada, é a demora que certas páginas têm em carregar completamente. Muitas vezes precisamos passar de uma maneira rápida de uma página para outra e o processo de espera entre clicar em um link e a exibição de imagens ou aplicativos pode se tornar irritante.
    Quem utiliza o Firefox como navegador tem no Fasterfox uma ótima extensão responsável por melhorar o desempenho geral do navegador. Com esta ferramenta instalada no navegador, o tempo necessário para carregar completamente uma página diminui muito, o que permite navegar em diversas abas de maneira mais rápida.

    Diminua o tempo para carregar sites utilizando o Firefox
    O programa consegue este feito ao se aproveitar de uma característica própria no navegador que permite deixar pré-carregados os links de uma página: ou seja, enquanto você está lendo um texto ou vendo alguma imagem, todas as páginas relacionadas são carregadas automaticamente em segundo plano. Este comportamento normalmente é configurado pelo criador da página, mas é difícil encontrar páginas da internet que utilizem desta opção de maneira efetiva.
    Um ponto importante que deve ser levado em conta na hora de instalar o Fasterfox é que o ganho de velocidade na hora de carregar as páginas vem com o custo de maior consumo de banda. Isso porque são diversas páginas carregando de maneira simultânea, o que significa um fluxo constante de dados.
    Dessa forma, a utilização do Fasterfox pode gerar problemas para usuários que possuem conexões lentas ou que dividem o sinal com outros computadores através de uma rede. O consumo maior de banda pode fazer com que o sinal de internet seja distribuído de forma desigual, o que pode deixar atividades como downloads ou jogos online com performance baixa.
    Para minimizar o problema, o Fasterfox permite ao usuário escolher entre uma série de perfis de uso diferentes, que permitem melhorar o desempenho do navegador sem influenciar na velocidade da rede utilizada. Alterar as configurações é fácil: basta clicar com o botão direito do mouse no canto direito inferior da tela, local onde fica localizado o ícone do Firefox.
    Como forma de certificar que o tempo de carregamento realmente está mais rápido, o complemento dispõe de um contador de tempo que mostra quantos segundos foram necessários para carregar a página atual. Como há a possibilidade de desligar todas as alterações feitas, isto permite fazer comparações entre o Firefox em sua configuração normal ou com as opções de otimização ligadas.
      
    >clique para baixar< 

    LiquidTabs 1.3.2

    Gratuito
    Tamanho: 20 KB
    15.786 downloads
    Sistema: Windows XP/Vista/7
    Empresa: Gary Calpo


    >clique para baixar<

    "Adicione um belo efeito na abertura e fechamento de suas abas no Firefox."

    Quem usa Firefox somente para navegar pela internet e não se preocupa nem mesmo em alterar o tema do navegador, provavelmente não achará esta extensão interessante. No entanto, se você gosta de personalizá-lo e deixá-lo de acordo com o seu estilo, então a LiquidTabs é uma boa aquisição à sua biblioteca de complementos para Firefox.

    Graças a ela é possível adicionar um belo efeito durante a abertura e o fechamento de abas no navegador. Esse efeito é simples: ele altera a velocidade com a qual a aba é aberta. Na verdade, em vez de abri-la de uma só vez e instantaneamente, o que acontece é uma abertura lenta e gradativa – de forma a simular um crescimento horizontal.

    Personalize sua experiência

    Nas configurações da LiquidTabs existem opções para: alterar a velocidade com a qual cada aba é aberta – com a extensão ativada o efeito já é mais devagar que o padrão, mas é possível diminuir muito mais a velocidade –, inserir efeito de desaparecimento gradual dos caracteres do título e, além disso, definir a prioridade do processo responsável pela execução do efeito – assim como o número de FPS dele.
    Os dois efeitos
    O mínimo de velocidade (“Speed”) para o efeito é de 100 milissegundos, porém para que ele fique visualmente bonito é preciso deixá-la configurada em pelo menos 500 ms – a velocidade máxima, por outro lado, é de 3000. Para conferir um efeito extra, deixe ambas as velocidades com o mesmo valor e abra uma aba: antes que ela termine de carregar, use o botão do meio do mouse para fechá-la e confira o resultado.
    O efeito de desaparecimento/aparecimento (“Fade Out/In”) dá um charme a mais ao LiquidTabs. Contudo, é preciso deixar a qualidade da animação (“Animation Quality”) em 90 FPS (“Frames per Second”, ou quadros por segundo) para aproveitar ao máximo o efeito.
      
    >clique para baixar< 

    FrostWire 4.20.9

    Gratuito
    Tamanho: 7,85 MB
    2.647.060 downloads
    Sistema: Windows XP/Vista/7/98/2000
    Empresa: alkalineX


    >clique para baixar<

    "A evolução do LimeWire num programa mais leve e rápido, sem propagandas e com liberdade de compartilhamento."

    FrostWire é uma alternativa ao popular cliente de compartilhamento LimeWire. Criado para manter as liberdades do programa original, o FrostWire veio para manter a viabilidade do compartilhamento de quaisquer arquivos sem restrições legais. O software traz algumas melhorias em relação do LimeWire, como o bloqueio de propagandas e outras adwares.
    Tem novidade pintando na área
    A nova versão de FrostWire traz várias mudanças na interface gráfica. O aplicativo organiza as funcionalidades em abas, o que facilita o acesso às opções. Além disso, é possível realizar mais de uma busca por vez, pois os resultados também são organizados em abas, permitindo o acesso a cada pesquisa separadamente.
    Os usuários que gostam de personalizar os aplicativos que utilizam agora têm um motivo a mais para ter o FrostWire instalado no PC. O programa traz como novidade o suporte a temas, os quais possibilitam não só a alteração nas cores da interface como também o tamanho do texto da aplicação.
    Vale ressaltar que o programa, ao contrário do congênere, não exibe propagandas para o usuário comprar uma versão profissional.

    Ainda estão presentes

    “Em time que está ganhando não se mexe”, é o que diz o ditado popular. Por isso o FrostWire manteve várias características da versão anterior. Confira abaixo uma lista com alguma dessas funcionalidades.
    • Sem softwares maliciosos associados.
    • Conexões e transferências utilizando o máximo da sua banda.
    • Integração com o iTunes.
    • Pesquisa por fontes.
    • Suporte a BitTorrent.
    • Bate-papo.
    • Suporte a Proxy.
    Por que foi criado o FrostWire?

    A LimeWire LLC (empresa desenvolvedora do software original) planeja implementar uma tecnologia de filtros para pirataria e músicas ilegais chamada DRM (Digital Rights Management) no LimeWire. Assim, o programa estaria isento de processos na justiça e problemas com gravadoras. Se isto realmente ocorrer, FrostWire já está preparado para removê-la do código e trabalhar normalmente, sem qualquer mudança.

    No entanto, os desenvolvedores continuam a apostar na arquitetura original do LimeWire e não desejam fazer mudanças drásticas no núcleo de código original.
      
    >clique para baixar< 

    FrostWire Ultra Acelerator

    Gratuito
    Tamanho: 2,00 MB
    87.739 downloads
    Sistema: Windows XP/Vista/98/2000/2003/7
    Empresa: Traffic Speeders


    >clique para baixar<

    "Seu FrostWire pode ficar mais veloz e diminuir o tempo dos seus downloads."

    FrostWire Ultra Acelerator é um programa que promete acelerar os seus downloads do FrostWire. Para quem não conhece, o FrostWire é um importante nome dos gerenciadores de download P2P, é a continuação do projeto conhecido como LimeWire. O software é muito fácil de ser utilizado e pode lhe economizar tempo ao baixar seus arquivos.


    Gerenciadores de download via P2P se utilizam de um sistema de troca de arquivos entre os usuários. Desta maneira é possível encontrar diversas fontes para um mesmo arquivo e a velocidade de download pode diminuir bastante. Não seria prático poder contar com um programa que pudesse fazer com que sua conexão durante estas trocas fosse otimizada?Acelere seus downloads.

    Baixe seus arquivos em menos tempo


    É necessário que o usuário possua o FrostWire instalado em seu computador para que este programa funcione. Seu único trabalho será o de abrir este software e clicar em acelerar para que ele se encarregue de acelerar todos os seus downloads enquanto estiver aberto. Também possui atalhos para abrir o gerenciador a partir de sua janela.  

    >clique para baixar<