dailymotion-domain-verification-bf8367051eadca91-dmebea1o8ssgrxz1l Jacir Holowate: 19 de Setembro de 2010 stat counters

Audiencia do site

domingo, 19 de setembro de 2010

Dicas para Windows XP - Parte 2

Introdução


Esta é a segunda parte das dicas para o Microsoft Windows XP. A primeira parte pode ser vista aqui. Muitas das dicas desta página necessitam da execução do Editor de Registro do Windows (regedit.exe). Para isso, vá em Iniciar / Executar  e digite regedit. Vale dizer que é necessário perícia ao mexer no Registro do Windows, para que não ocorra danos ao sistema. Por precaução, é recomendável fazer uma cópia dos arquivos envolvidos. Todas as dicas aqui presentes foram testadas exaustivamente, em mais de um computador e somente após a comprovação de eficiência foram liberadas. No entanto, isso não impede que, por alguma razão, os procedimentos não tenham o efeito esperado. Sendo assim, ao fazer uso destas informações, você concorda que o Jacir, em hipótese alguma, será responsável por quaisquer danos que por ventura venha a ocorrer.


01 - Desative o suporte do Windows XP a arquivos .zip:
 
O Windows XP veio com uma novidade interessante a muita gente: o suporte nativo a arquivos com extensão .zip. Não é necessário usar nenhum programa adicional para abrir arquivos neste formato no XP. No entanto, se você deseja desativar esse recurso, proceda da seguinte maneira: Vá em Iniciar / Executar e digite regsvr32 /u %windir%\system32\zipfldr.dll. Na próxima inicialização, o suporte a arquivos .zip não existirá mais. Para habilitar novamente este recurso, vá em Executar e digite regsvr32 %windir%\system32\zipfldr.dll.

02 - Atalhos rápidos para itens do desktop:
 
Clique com o botão direito do mouse sobre a barra de tarefas do Windows (a barra onde fica o botão Iniciar). Em seguida, selecione a opção Barra de Ferramentas e clique no item Área de trabalho. Ao lado do relógio do Windows, aparecerá um botão chamado Desktop. Na seta desde botão, há atalhos para todos os itens que estão na Área de trabalho do Windows. Um recurso interessante para quem trabalha com muitas janelas abertas.

03 - Informações do sistema num arquivo txt:

É possível obter informações do sistema através de um arquivo txt. Para isso, vá em Iniciar / Programas / Acessórios / Prompt de comando ou simplesmente vá em Iniciar / Executar e digite cmd. Na tela que aparecer, digite systeminfo > infowester.txt. Agora vá na pasta onde o arquivo foi salvo (essa informação aparece antes do campo onde você pode digitar no prompt) e abrá-o. O arquivo contém várias informações sobre o sistema e sobre o computador. Ao executar o comando, o arquivo txt pode ter o nome que você quiser.

04 - Convertendo partições FAT32 em NTFS sem perder dados: 

Você pode ter comprado seu computador com o Windows XP já instalado. Se ele estiver usando uma partição em FAT32 e você quiser converter para NTFS, faça o seguinte: vá em Iniciar / Programas / Acessórios / Prompt de comando ou simplesmente vá em Iniciar / Executar e digite cmd. Em seguida, digite convert c: /fs:ntfs. A letra c pode ser mudada para a partição desejada. A partir deste comando, o sistema começará o processo de conversão. Esteja ciente que após isso, não será mais possível voltar ao sistema de arquivos FAT32. Esta dica não é muito recomendada se o Windows já possui vários arquivos e programas instalados, uma vez que a conversão pode trazer perda de desempenho. Essa dica também funciona no Windows 2000.

05 - Teclado virtual:

No meio da noite, você está usando seu computador para finalizar um trabalho importante e no nervosismo, derruba café no teclado. Certamente algumas teclas ou até o teclado parará de funcionar. Mas você ainda pode conseguir finalizar seu trabalho. Com o mouse, vá em Iniciar / Programas / Acessórios / Acessibilidade / Teclado Virtual. Uma imagem de um teclado aparecerá na tela e você poderá clicar com o mouse nas teclas. O problema é a lentidão que você terá para escrever, além do fato de alguns acentos não estarem disponíveis.

06 - Saudação personalizada no relógio:

Você pode exibir frases personalizadas ao lado do relógio do Windows, como "Bom dia", "Boa noite", "Fulano Silva", etc. Para isso, vá em Iniciar / Configurações / Painel de Controle / Opções regionais e de idioma e clique na aba Opções regionais. Acione o botão Personalizar e, na guia Hora, coloque a frase que quiser em Símbolo a.m. e em Símbolo p.m.. Depois, vá ao campo Formato de hora e adicione as letras tt no final da expressão já existente. Ficará assim: HH:mm:ss tt. Note que, se colocar uma frase diferente em cada um desses campos, a frase em Símbolo a.m. será exibida de 0:00 até 11:59. Por sua vez, a frase exibida em Símbolo p.m. será exibida de 12:00 até 23:59, portanto, se quiser exibir uma única frase, coloque-a de maneira igual nos dois campos. Abaixo um exemplo com o nome Jacir:


07 - Destrave a impressora:
 
Algo que acontece com freqüência no Windows XP é a impressão parar e você não conseguir cancelá-la. Um jeito para lidar com isso sem reiniciar o computador é ir em Iniciar / Configurações / Painel de Controle / Ferramentas Administrativas / Serviços. Procure por Spooler de Impressão, clique com o botão direito do mouse sobre ele e escolha Parar. Agora, vá em Iniciar / Configurações / Impressoras e escolha impressora em questão. em Exibir, clique em Atualizar. Se a linha da impressão ainda estiver presente, simplesmente basta cancelá-la.

08 - Abrir a pasta All Users do menu Iniciar: 

No Windows 2000 e XP, é possível a cada usuário ter um menu Iniciar personalizado. No entanto, há alguns itens que existem no menu Iniciar de todos. Para tirar ou acrescentar um item, vá em Iniciar e clique com o botão direito do mouse sobre Programas. Escolha Abrir a pasta All Users e faça as alterações que quiser.

09 - Mude as letras das unidades de disco:

Você pode mudar as letras das unidades de disco do seu computador. Para isso, vá em Iniciar / Configurações / Painel de Controle / Ferramentas Administrativas / Gerenciamento do Computador. À esquerda, escolha o item Gerenciamento de disco. Na coluna que aparecer à direita, selecione a unidade de disco desejada, clique com o botão direito do mouse sobre ela e escolha a opção Alterar a letra da unidade de disco. Agora você pode escolher a letra que achar mais conveniente.

10 - Usando o Visualizador da Área de Transferência:

O Visualizador da Área de Transferência não existe mais no menu Iniciar do Windows XP, mas ele ainda está disponível no sistema (com o nome de Visualizador da Área de Armazenamento). Para usá-lo, vá em em C:\Windows\System32 e crie um atalho para o programa clipbrd.exe na Área de Trabalho do Windows.

10 dicas para Windows XP

Antes de começar


Muitas das dicas desta página necessitam da execução do Editor de Registro do Windows (regedit.exe). Para isso, vá em Iniciar / Executar  e digite regedit. Vale dizer que é necessário perícia para mexer no Registro do Windows, para que não ocorra danos ao sistema. Você pode encontrar orientações sobre isso neste tutorial.
O InfoWester testou exaustivamente as dicas desta página em mais de um de computador. Mesmo assim, não garantimos que os procedimentos citados aqui vão funcionar em sua máquina, assim como não nos responsabilizamos por qualquer dano que surgir em decorrência da execução de qualquer dica.

01 - Desinstalando o Windows Messenger (e outros programas):

Alguns programas que acompanham o Windows XP não possuem nenhuma forma acessível de remoção, mas isso é possível. Um desses softwares é o Windows Messenger. Para desinstalá-lo, abra o Bloco de Notas (Notepad) e por ele acesse o arquivo sysoc.inf (você também pode acessar esse arquivo digitando C:\windows\inf\sysoc.inf em Executar), presente em C:\Windows\inf. Na seção Components, remova somente a palavra hide do componente que você deseja desinstalar. Em nosso exemplo, a remoção é do software Windows Messenger e sua linha no arquivo sycoc.inf - msmsgs=msgrocm.dll,OcEntry,msmsgs.inf,hide,7 - ficará assim: msmsgs=msgrocm.dll,OcEntry,msmsgs.inf,,7. Após isso, salve o arquivo e os componentes escolhidos agora poderão ser desinstalados normalmente pelo Painel de Controle / Adicionar/Remover Programas. Vale dizer que a primeira palavra em cada linha indica o programa (Pinball, MSWordPad, etc) e para cada uma delas é necessário remover a palavra hide para que o aplicativo em questão possa ser removido do Windows XP. Antes de executar o procedimento, faça uma cópia do arquivo sysoc.inf, por precaução. Essa mesma dica também funciona no Windows 2000.
 
02 - Mude a pasta Meus Documentos de lugar

O diretório Meus Documentos fica localizado em C:\Documents and Settings\usuario\Meus Documentos por padrão (neste caminho, "usuario" é o nome do login usado no computador). No entanto, é possível colocar essa pasta em outro local. Para isso, clique sobre a pasta Meu Documentos com o botão direito do mouse e escolha a opção Propriedades. Clique em Destino e na caixa de nome Local da pasta de destino, escolha o novo diretório.

03 - Exclua as pastas especiais dentro de Meus Documentos:

No diretório Meus Documentos, existem pastas que muitos não usam, como Minhas Músicas e Minhas Figuras. Se você apagá-las, o Windows as recria. Para eliminar definitivamente esses diretórios, vá em Iniciar / Executar e digite regsvr32 /u mydocs.dll. Para fazer com que essas pastas apareçam novamente, em Executar, digite o comando regsvr32 mydocs.dll e reinicie o computador.

04 - Fazendo backup do WPA, para evitar a reativação: 

Se você tiver o Window XP já ativado e funcionando corretamente em seu computador, pode ser que necessite reinstalá-lo por algum motivo nesta mesma máquina. Neste caso, você terá que reativá-lo novamente para que o sistema funcione. Para evitar isso, antes da reinstalação, faça um backup (cópia) do arquivo WPA.DBL que está no diretório C:\Windows\System32. Após a reinstalação do Windows XP, coloque o arquivo neste mesmo diretório e ação está terminada. Vale dizer que o arquivo WPA.DBL é onde o sistema armazena as informações sobre o hardware instalado no computador.

05 - Desabilite os balões de aviso do Windows XP:

Se você deseja desabilitar aqueles "balões de aviso" que aparecem sempre que o Windows executa alguma função específica, faça o seguinte: vá em Iniciar / Executar, digite regedit e vá na chave HKEY_CURRENT_USER / Software / Microsoft / Windows / CurrentVersion / Explorer / Advanced. Clique no menu Editar, vá em Novo / Valor DWORD, digite EnableBalloonTips e pressione Enter em seu teclado. Se já houver essa variável ali, altere o seu valor para 0 (zero). Reinicie o computador e os balões não serão mais exibidos pelo sistema.

06 - Como instalar o teclado ABNT2 no Windows XP:

No Windows XP a configuração do idioma e do tipo de teclado não é feita através do ícone de teclado. Para fazer isso, vá ao Painel de Controle / Opções regionais e de idioma / Idiomas / Detalhes / Adicionar, escolha Português (Brasil) e Português (Brasil - ABNT2) nas opções e clique em OK.

07 - Entrando diretamente no Windows:
 
Caso somente você esteja usando o computador e, por isso, o login não é necessário, você pode desabilitá-lo. Para isso, vá em Iniciar / Executar, digite control userpasswords2 e clique em OK. Na guia Usuários, desative o item Os usuários devem entrar com um nome e senha para usar este computador e clique em Aplicar. Quando o sistema pedir um nome de usuário e uma senha, informe o usuário padrão e digite uma senha (não deixe este campo em branco!). Após isso, pressione OK, vá em Iniciar / Configurações Painel de Controle / Contas de Usuário, clique em Alterar o modo como usuários fazem logon ou logoff e desative os itens Use a tela de boas-vindas e Use a Troca Rápida de Usuário. Com isso, o Windows carregará mais rápido e não será necessário passar pela tela de login.
Uma alternativa, é instalar a ferramenta Tweak UI da Microsoft (ver o item 10 desta página) e ir em Logon / Autologon, habilitar a caixa Log on automatically at system startup, escolher um usuário e em Set Password informar uma senha. 

08 - Recarrege o Explorer:

Algumas vezes, o executável explorer.exe (que entre outras coisas, mantém a estrutura de janelas e a Barra de Tarefas funcionando) trava e a Barra de Tarefas (a barra onde se encontra o botão Iniciar) pára de responder ou some. Dependendo do caso, o próprio Windows executa novamente o explorer.exe e este reativa suas funcionalidades. Quando isso não ocorre, existe uma solução fácil e que evita a necessidade de efetuar logoff ou de reiniciar: simplesmente pressione Ctrl mais Alt mais Del em seu teclado, vá em Arquivo / Executar nova tarefa e digite explorer. O explorer.exe será então habilitado novamente.

09 - Menu Iniciar mais rápido:

É possível fazer com que o Menu Iniciar do Windows XP exiba seus itens mais rapidamente. Para isso, acesse Iniciar / Executar, digite regedit e vá em HKEY_CURRENT_USER / Control Panel / Desktop. Selecione MenuShowDelay na lista da direita e clique com o botão direito do mouse em cima. Agora, escolha Modificar e mude o valor para 0 (zero). Após o computador inicializar, o menu Iniciar estará mais rápido.

10 - Faça alterações no Windows XP através do Tweak UI

O Tweak UI faz parte dos programas chamados "Powertoys". Trata-se de um aplicativo desenvolvido pela Microsoft que permite uma série de ajustes no Windows XP. É possível, por exemplo, configurar os recursos do mouse, alterar ícones e caixas de diálogo, habilitar o logon automático, mudar as opções do Painel de Controle e do menu Iniciar, entre outros. Por sua variedade de opções, o Tweak UI deve ser usado com cuidado para evitar danos. Seu download pode ser feito aqui. Para saber mais sobre os Powertoys para Windows XP, clique aqui.

manipulação do Registro do Windows

Introdução

O objetivo deste tutorial é mostrar alguns conceitos básicos para a manipulação do Registro do Windows. Desde já o Jacir deixa claro que é necessário cautela. Qualquer precipitação pode fazer com que seu Windows pare de funcionar. Por isso, siga cuidadosamente as orientações e não execute os passos deste tutorial caso não se sinta seguro para explorar o Registro do Windows. Apesar deste tutorial ter sido testado em mais de um computador, nada impede que erros ocorram. Sendo assim, ao utilizar este tutorial, você concorda que, sob hipótese alguma, o Jacir será responsabilizado por quaisquer danos.



O que é o Registro do Windows

O Registro do Windows é uma espécie de banco de dados, onde são armazenadas as informações sobre todos os programas instalados, estrutura de diretórios, informações do usuário, de drivers, enfim. Ele existe desde as versões do Windows 3.x, mas passou a ser utilizado como padrão, a partir do Windows 95.
O Registro, numa comparação grosseira, pode ser entendido como "sangue do Windows", pois todas as atividades no sistema operacional dependem da sua existência. Um exemplo bem simples, é que é através do Registro que o sistema consegue saber onde os programas estão armazenados e quais arquivos se relacionam a eles. É por isso que um simples corrompimento do Registro do Windows faz o sistema parar. Se isso ocorre, não será possível encontrar programas, drivers e configurações. 

O programa Regedit

Por ser uma parte crítica do Windows, a Microsoft preferiu não disponibilizar um acesso fácil ao Registro do Windows. Isso porque usuários não preparados poderiam facilmente causar danos ao sistema, tentando fazer reparos ou querendo saber para que servem as linhas estranhas do Registro. Mesmo assim, é possível acessar o Registro do Windows. Isso é feito pelo programa Regedit. Para usá-lo, vá em Iniciar / Executar e digite regedit. Feito isso, uma tela semelhante a essa surgirá:
É através deste programa de aparência simples que você consegue ter acesso direto ao Registro do Windows. Por meio dele pode-se apagar linhas (útil para tirar manualmente rastros de vírus, por exemplo), mudar configurações e se você for um especialista no assunto, corrigir erros. 

Fazendo backup do Registro

Por precaução, a primeira etapa deste tutorial é fazer backup (cópia de segurança) do Registro do Windows. Há mais de uma maneira de se fazer isso, mas como já estamos no Regedit, vamos fazer por ele. Estando no programa, clique com o botão direito do mouse em Meu Computador e selecione Exportar. Em seguida, escolha uma pasta e dê um nome à cópia. Para restaurar este backup, no Regedit clique em Arquivo / Importar e localize a cópia. O Windows, por si só, cria cópias de segurança, mas é sempre bom ter um backup a mais.

A estrutura do Registro do Windows

Conforme pode ser visto na janela acima, quando você acessa o Regedit, aparece uma estrutura contendo 6 chaves. Trata-se da estrutura básica do Registro do Windows. Cada uma tem uma finalidade:
HKEY_CLASSES_ROOT - esta chave, na verdade, não é muito importante a princípio. É um atalho para a chave HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Classes e sua finalidade é manter compatibilidade com programas antigos, que rodam a 16 bits;
HKEY_CURRENT_USER - esta chave é um atalho para a chave HKEY_USERS\infowester, onde infowester deve ser o nome do usuário do Windows. Ela mostra somente informações do usuário atual do sistema, como configurações personalizadas;
HKEY_LOCAL_MACHINE - esta é a chave mais importante do Registro, pois nela é que estão as informações sobre programas e hardware. Para se ter noção da importante desta chave, seus dados são guardados num arquivo chamado system.dat. Clicando no sinal de mais ao lado desta chave, aparece uma estrutura que indica onde estão os dados. Veja a imagem a seguir:


Repare bem que as informações estão organizadas por tipo. Em HARDWARE estão informações relativas ao harware do computador, como portas parelelas, interfaces SCSI, etc. Em SECURITY, estão informações de segurança e assim por diante. Para servir de exemplo, a figura abaixo mostra a localização de informações do processador do computador usado para criar este tutorial. Veja:
O caminho seguido para achar essas informações foi HARDWARE / DESCRIPTION / System / CentralProcessor / 0. Esse exemplo mostra que a melhor maneira de entender o Registro do Windows é explorar sua hierarquia. Você pode fazer isso de forma segura, bastando não alterar nada. Para se orientar, repare nos nomes das chaves. Como já dito, no exemplo acima foram procuradas informações sobre o processador, ou seja, informações de um hardware. Logo, foi-se à chave HARDWARE. O passo seguinte foi clicar em DESCRIPTION, que como indica o nome, serve para descrever/mostrar informações de cada hardware.
Uma das chaves mais interessantes, no entanto, é a SOFTWARE. Nela você consegue encontrar informações sobre todos os programas instalados no Windows, inclusive algumas aplicações auxiliares aos drivers de hardware. Veja a imagem a seguir:
Repare que quanto aos softwares, as informações são gravadas de acordo com o desenvolvedor. Assim, se você tem instalado em seu Windows os programas Dreamweaver e Flash, por exemplo, eles deverão aparecer dentro da chave Macromedia, nome da desenvolvedora desses softwares. Em nosso exemplo, clicamos na chave SOFTWARE e em seguida na chave Apple Computer, Inc. Dentro desta chave, há outra, chamada QuickTime, que é o nome de um programa para visualização de vídeo da Apple. Dentro da chave QuickTime há todas as informações relativas ao programa, como tipos de arquivos associados, preferências do usuário, plugins, etc. Pesquise na chave SOFTWARE sobre um programa que esteja instalado em seu computador. Praticamente todos aparecem, inclusive jogos. Assim, se você necessitar alterar algo referente a um software, já sabe onde encontrá-lo no Registro do Windows.
Ainda há outras divisões dentro de HKEY_LOCAL_MACHINE. Explore-as e certamente você descobrirá para que servem.

HKEY_USERS - no Windows é possível ter vários usuários num único computador. A função desta chave é guardar informações de cada um deles. Quando o sistema está configurado apenas para um usuário (muito comum no Windows 95/98), esta chave possui apenas uma entrada, de nome default ou padrão. Todas as limitações dos usuários, assim como todas as suas configurações podem ser manipuladas aqui.

HKEY_CURRENT_CONFIG - é um atalho que contém configurações do usuário atual do computador relativas ao hardware. Este atalho é útil quando é necessário procurar informações do usuário que está logado, pois todas as suas informações aparecem nesta chave.

Alterando o Registro

É comum, inclusive em artigos do InfoWester, ter que alterar algumas informações no Registro do Windows para executar uma configuração em especial. Quando você acessa uma chave e em seguida, alguma entrada, é possível alterá-la clicando duas vezes em cima dela com o mouse ou clicando com o mouse direito do mouse sob a entrada e escolhendo Modificar. Se você escolher este último método ainda será possível mudar o valor binário da entrada (que por ser complexo não será explicado aqui) ou então excluir a entrada (só o faça se souber o que está fazendo). Observe na imagem abaixo que há entradas com as letras "ab" e entradas com uma série de números zeros e uns. O primeiro tipo permite alterações escritas (como por exemplo, mudar o nome de algum parâmetro de um software) e alterações binárias (ou seja, somente é possível configurar digitando 0 ou 1). O segundo tipo só permite alterações binárias. No exemplo da imagem, estamos mudando o nome do processador. Repare que é apenas um exemplo. Não há razões para que você mude o nome do processador do seu computador, mesmo porque pode haver risco de problemas.
Os passos deste exemplo foram os seguintes: acessar a chave HKEY_LOCAL_MACHINE, em seguida HARDWARE, DESCRIPTION e alterar a entrada ProcessorNameString, que informa o nome do processador. Na caixa que aparece, o nome é alterado assim que o botão OK for acionado.
Basicamente, todas as alterações podem ser feitas desta maneira. No entanto, vamos ver um exemplo mais prático. É comum encontrar em sites especializados, dicas de como mudar o nome que aparece na barra de título do Internet Explorer. Geralmente esse nome é "Microsoft Internet Explorer". Você pode colocar a frase que quiser. Para isso, é necessário uma alteração no Registro do Windows. Acesse HKEY_CURRENT_USER / Software / Microsoft / Internet Explorer / Main. No lado direito do Regedit, clique com botão direito do mouse sobre uma área em branco. Apacerá um menu de nome Novo. Escolha Valor da Seqüência e dê a ela o nome de Window Title. Agora, abra esta chave e digite o textro desejado. 

Finalizando

O Registro do Windows cresce com o passar do tempo. A maioria dos programas, quando você os desinstala, não retira as entradas do Registro, o que faz com que chaves fiquem armazenadas sem necessidade. Por isso, é importante "limpar" o Registro de vez em quando. Um bom programa para isso é o EasyCleaner, que elimina entradas inválidas, porém há muitos outros bons softwares para isso. Há inclusive, programas que são mais eficientes que o Regedit para manipular o Registro do Windows, mas que são voltados para usuários com uma certa experiência. Se você é usuário do Windows 95/98 e Me, as informações aqui apresentadas podem estar diferentes quanto a nomes e localização de chaves. Isso ocorre pelas mudanças que a Microsoft implementa a cada nova versão do Windows (este texto foi escrito usando como base o Windows XP). No entanto, o funcionamento do Registro permanece o mesmo, o que faz com que este artigo seja válido para todas as versões do Windows. Este tutorial apresentou maneiras básicas para manipular o Registro do Windows. Por se tratar de um mecanismo muito complexo, a inteira compreensão do Registro é demorada e exige grande empenho técnico. Mas se você não é um programador avançado, não é necessário ter amplo conhecimento dessa parte tão fundamental do Windows. 

Como deixar seu "Menu Iniciar" mais rapido!!!

Essa fou uma boa dica e funcionou comigo

<Inicar> <execultar> vai abrir uma janela onde você deve digitar<regedit> ira abrir outra janela que vai se chamar editor de registro

 

você vai abrir a pasta <hkey_currente-user> depois você deve encontrar a <pasta painel de controle> dentro o paniel de controle vai

 

ter outra pasta chamada <desktop> dentro dela vai ter  um falor sequencia chamado <menushowdelay> com o número 4000 você

 

devera mudalo para 1 se for o windwos XP

 

se não diver esta pasta você podera criala crica com o otão direiro do mouse e cria uma valor seguencia de o nome

 

menushowdelay e o valor 1

 

Seu meu inicar vai ficar mais rápido
 
 
Essa dica deixa a barra de ferramentas do menu iniciar mais rápida e dá certo para o Windows 98,ME,2000,NT,XP,2003 e Vista.

 

 

O valor deve ser quanto menor, eu uso somente o "0" ,seu valor inicial é 400 e não 4000

 

 

 

Após editada e reiniciado o PC fica comouma bala.
nãe existia esse arquivo menushowdelay o que eu faço???? 
 
 
 
Clique em Inicar / Executar

 

daí

HKEY_CURRENT_USERControl PanelDesktop

 

Daí c cria um DWORD

 

e escreve nele "MenuShowDelay"

 

dá enter e coloca "0".