dailymotion-domain-verification-bf8367051eadca91-dmebea1o8ssgrxz1l Jacir Holowate: 25 de Novembro de 2009 stat counters

Audiencia do site

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

JI-PARANÁ: MULHER PRESA EM JI-PARANÁ TINHA TRÊS MANDADOS DE PRISÃO EM ABERTO

Policiais do Setor de investigação da 1ª Delegacia de Polícia de Ji-Paraná prenderam neste sábado Adriana Alves da Silva, 29 anos, contra a mesma existiam três mandados de Prisões expedidos pela Comarca de Vilhena-Ro, pela pratica de crime capitulado no artigo 157 do CPB. Adriana vinha praticando arrombamento à residência na cidade de Ji-Paraná, juntamente com o acusado Edílson Lopes da Silva, 18 anos, que foi detido juntamente com a acusada, em uma residência localizada no Bairro Novo Ji-Paraná de posse de alguns objetos e um pé de cabra, instrumento muito utilizado em arrombamento. Após vários dias de investigação a equipe chegou a residência dos acusados e de posse de Mandado de Busca e Apreensão expedido pelo Poder Judiciario, adentraram a referida e estes então confessaram a pratica de 02 furtos a residência com arrombamento onde em um deles subtraíram da vítima cerca de 10 calças Jeans, Roupas femininas, Liquidificador além de outros objetos. Adriana e Edílson foram indiciados pela Delegada Renata Stella, titular da 1ª Delegacia de Polícia pela pratica de furto e depois de tomada às medidas de praxe, Edílson foi liberado por não ter sido preso em flagrante, enquanto Adriana foi encaminhada a ala feminina do Presídio Agenor Martins de Carvalho, após cumprimento dos mandados de prisão. Adrina tentou enganar os investigadores, dando nome falso de Mariza Toledo Alves, mas por causa de uma Bíblia Sagrada que continha o nome Adriana e um telefone da cidade de Vilhena, a prancha caiu e agora está presa para pagar o que deve à Justiça.

FONTE: Assessoria de Comunicação da DRP/JP - Valter Fernandes.

JI-PARANÁ: POLÍCIA CIVIL DE JIPA REALIZA OPERAÇÃO PENTE FINO

Por determinação do delegado regional de Ji-Paraná, Alexandre Árabe, uma equipe de Policiais Civis comandada pelo Delegado Julio Cezar Rios, realizou na noite deste sábado uma operação em toda cidade, onde fiscalizaram bares e realizaram comando de abordagem visando prender foragidos da Justiça, pessoas armadas e combater roubo de motocicletas. Numa dessas abordagens realizada num estabelecimento comercial localizado na Rua Maringá com Rua T-21, encontraram o foragido da Justiça ANDERSON VERNEQUE, vulgo RATO, o qual recebeu Voz de Prisão, cumprindo assim o Mandado de Prisão e este foi conduzido ao Presido Agenor Martins de carvalho a disposição da justiça. Anderson estava foragido do presídio desde ano de 2008, quando recebeu o beneficio da Justiça para o regime aberto e não mais retornou conformem consta no mandado de prisão.

Na mesma operação foi conduzida a Delegacia de Polícia a pessoa de Luciele Pereira da Silva, que estava em um Bar na Rua T-20 ao ser revistada por uma Policial foi encontrado em seu poder uma pequena porção de Maconha. Diante do fato o Delegado Dr. Julio Cezar, determinou que fosse lavrado um TC, Termo Circunstanciado e após a mesma foi liberada por se tratar de usuária.

Para o Delegado Julio Cezar a operação foi satisfatória e ficou dentro do esperado, até porque a forte chuva que caiu na noite de ontem, contribui para que tudo estivesse calmo na cidade.


FONTE: Assessoria de comunicação da DRP/JP - Valter Fernandes

JI-PARANÁ: POLÍCIA MILITAR PRENDE DUPLA COM MOTOS FURTADAS

Policiais militares lotados no 2º Batalhão, em Ji-Paraná prenderam dois elementos com motos furtadas. Segundo informações, estes elementos praticavam vários furtos na região central do Estado. A ocorrência teve início neste domingo (22), por volta das 16 horas, quando a central de operações da polícia militar, recebeu uma denúncia anônima, informando que na linha 04, sentido linha 200, aproximadamente 11 km de Ji-Paraná, dois homens estavam trafegando com as motocicletas sem carenagens e sem placa de identificação. Duas guarnições de serviço deslocaram-se até o local e montaram uma barreira. Ao avistar as viaturas, os suspeitos abandonaram as motos e se embrenharam no matagal, sendo capturados pelos policiais. Após realizar a consulta no INFOSEG, constatou-se que os veículos eram produtos de furto da cidade de Ji-Paraná. Os policiais fizeram uma varredura pelo matagal e encontraram o restante das peças das motos e duas mochilas contendo peças de Lap Top, roupas e algumas ferramentas utilizadas para o desmanche. Os elementos, SAMUEL PEREIRA, 23 anos e LEANDRO OLIVEIRA, 19 anos, vulgo “ÍNDIO CORÓ”, confessaram o crime e foram encaminhados até a 2ª DP. Ambos já têm passagem na justiça por vários crimes.

FONTE: Assessoria de Comunicação do 2º BPM de Ji-Paraná/Pm Luiz

JI-PARANÁ: POLÍCIA MILITAR RECAPTURA FORAGIDO DA JUSTIÇA E APREENDE ARMA DE FOGO

De acordo com informações da assessoria de comunicação do 2º Batalhão/PM LUIZ, após vários dias de investigação, na manhã desta segunda-feira (23), policiais militares do Serviço de Inteligência do 2º BPM, juntamente com a guarnição do GOE, recapturaram o foragido da justiça MARCELO RIBEIRO DOS REIS, 26 anos. O foragido encontrava-se em sua residência, na rua T-24 entre Goiânia e K05, bairro Nossa Senhora de Fátima e ao avistar os policiais, tentou empreender fuga, sendo capturado dentro de um dos cômodos da casa. Durante a busca, foi localizado em baixo do maleiro de um guarda-roupa, um revólver calibre 38 com seis munições intactas, vários objetos de procedência duvidosa e algumas cópias de cheques. Marcelo estava foragido do Presídio Agenor Martins de Carvalho, em Ji-Paraná, desde o mês 10/2009, onde cumpria pena pelo artigo 157 (assalto à mão armada) do Código Penal Brasileiro.

FONTE: Assessoria de Comunicação do 2º BPM de Ji-Paraná/Pm Luiz

ARIQUEMES: POLÍCIA JÁ TEM SUSPEITO DO CRIME DE HOMICÍDIO QUE TEVE COMO VÍTIMA UMA MULHER

FONTE: WWW.ARIQUEMES190.COM.BR

Terça-feira, 24 de novembro de 2009 - 20:05

TSE

Cassol acompanha julgamento na residência oficial e elogia postura técnica do ministro Versiani

O governador Ivo Cassol (PP) acompanhou pela TV Justiça o julgamento do recurso contra expedição do seu diploma nas eleições de 2.006. Ele estava acompanhado da primeira-dama Ivone Cassol e do secretário de Finanças, José Genaro. O chefe do Executivo ficou satisfeito com o relatório do ministro Arnaldo Versiani porque se ocupou do lado técnico do processo e não se ateve a questão política. “Não tinha necessidade de comprar votos. Nós tínhamos uma vantagem muito grande”, explicou Cassol.

Fonte: RONDONIAGORA

Quarta-feira, 25 de novembro de 2009 - 10:44

COLUNA PANORAMA

Diário da Amazônia tenta enganar opinião pública sobre julgamento de Cassol

Jogo baixo


O jornal do senador Acir Gurgacz (PDT) escondeu dos seus leitores o voto do ministro-relator do processo de compra de votos do governador Ivo Cassol (PP), julgado na noite de terça-feira no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O Diário da Amazônia tentou enganar a opinião pública citando na matéria que o relator estava convencido da compra de votos e que o caso teve a participação “afinada” do ex-senador Expedito Junior e do governador Cassol, quando na realidade, o ministro Arnaldo Versiani votou pela absolvição do chefe do Executivo rondoniense porque o esquema engendrado para compra de votos não teve o conhecimento de Cassol. “Foram testemunhas de ouvir dizer”, explicou o relator em seu voto.

Agora senador, Acir Gurgacz começou uma verdadeira cruzada para destruir moralmente o Governo Cassol. Aproveitou as denúncias do vereador Claudio Carvalho (PT) para “sentar a ripa” nas obras de ampliação do sistema de captação e distribuição de água potável em Porto Velho. Seus redatores foram instruídos a confundir a opinião pública em nome do projeto político do patrão, eleger o futuro governador da aliança que está sendo gerada entre PT, PMDB e PDT.

Ordens do Palácio Presidente Vargas determinaram a suspensão da veiculação da propaganda institucional do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) apresentada pelo garoto-propaganda de Acir Gurgacz, Domingues Junior. O governador Ivo Cassol não quer sua imagem vinculada à imagem do senador do Paraná. Entende que a aparição desse animador de tevê faria esse elo.

Cabisbaixo


Era notória a decepção estampada no rosto de alguns deputados estaduais com o julgamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Um grupo apostava na cassação do governador Ivo Cassol (PP) e do seu vice, João Cahulla (PPS). Os parlamentares enxergavam no afastamento do chefe do Executivo uma oportunidade ímpar para garantir apoio para a reeleição em 2010. Um desses deputados, que faz juras eternas de lealdade ao governador, apareceu inconsolável em um conhecido boteco da cidade.


Gaiola das loucas


A Assembléia Legislativa de Rondônia virou um campo de guerra. Interesses de vários grupos estão em jogo. Os ânimos esfriaram na sessão de terça-feira, mas o assunto da construção do prédio da Casa de Leis deve voltar a dominar os discursos. Pelo menos é o que prometem os deputados Mauro Rodrigues (PSDB-Porto Velho) e Alexandre Brito (PTC-Porto Velho), insatisfeitos porque não estão inclusos no que imaginam de “bolo”. Miguel Sena (PV-Guajará) anda atiçando um aliado para falar mal do deputado Jesualdo Pires (PSB-Ji-Paraná).


Guerra pedetista


O PDT de Porto Velho promove seminário neste final de semana. O evento será uma grande oportunidade para acabar com as rusgas entre o ex-vereador Mário Jorge, Ruy Motta e o senador Acir Gurgacz. Mário Jorge não perde uma única oportunidade de descer o pau em Ruy e Acir criticando o modelo centralizador na condução dos rumos do Diretório Regional do PDT. Mário Jorge sofre de dupla personalidade. Por trás, fala mal de Ruy e Acir, mas quando chega perto do “tubarão”, fica “pianinho”.

Candidatura própria


Ganhou força o projeto político do senador Valdir Raupp (PMDB) em lançar o nome do prefeito Confúcio Moura ao Governo de Rondônia nas próximas eleições com as últimas declarações da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, e do próprio presidente Lula sobre as candidaturas da base aliada nos estados. Nesse caso, o PT poderia lançar um nome e o PMDB outro, mas os dois estarão trabalhando pela eleição de Dilma ao Palácio Presidente Vargas. E Dilma Rousseff ainda tem o palanque do governador Ivo Cassol (PP).

E-mail: gerson@rondoniagora.com

Fonte: RONDONIAGORA

Quarta-feira, 25 de novembro de 2009 - 09:27

Oportunidade

AGU em Rondônia disponibiliza vagas em três cidades

A Procuradoria Federal no Estado de Rondônia encontra-se em fase de implantação e, considerando que não tem, ainda, aprovada a lei que cria o quadro permanente de servidores de apoio administrativo, comunica que está disponibilizando vagas em Porto Velho, Ji-paraná e Vilhena, para servidores públicos federais de todo o Estado, nas seguintes áreas:

Jurídica – preferencialmente, com formação em Direito.

Administrativa – Administradores, Analistas de Sistema, Contadores, Economistas, demais áreas de formação superior e servidores de nível médio.

Saúde – Médicos.

Comunicação Social.


Os interessados poderão entrar em contato na:

Procuradoria Federal no Estado de Rondônia: no endereço: Av. Lauro Sodré, 1983 – Olaria – Porto Velho – RO Fone: (69) 3218 – 4514 (Marlon) e 3218 – 4513 ( Reinaldo), ou enviar currículo através do e-mail: pf.ro@agu.gov.br.

Procuradoria Seccional Federal em Ji-Paraná: no endereço: Av. Marechal Rondon, 870, Edifício Rondon Shopping Center, 1º andar, Centro – JI-Paraná RO – Fone (69) 3422-0992 (Dr. Aldalberto), ou enviar currículo através do e-mail: pf.ro@agu.gov.br

Escritório de Representação em Vilhena (prédio do INSS), no endereço: Rua Rony Castro Pereira, 14.408, Jardim América, Vilhena – RO – Fone: 3322 -2450(-Dr. Fabrício), ou enviar currículo através do e-mail: pf.ro@agu.gov.br

Fonte: RONDONIAGORA

Quarta-feira, 25 de novembro de 2009 - 10:45

Revisão

Aneel garante que energia em Rondônia vai baixar quase 18% e 5,74% no Acre

A diretoria colegiada da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou ontem (24/11) a segunda revisão tarifária das distribuidoras Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre) e Centrais Elétricas de Rondônia S/A (Ceron). As novas tarifas entrarão em vigor no dia 30 de novembro.

Confira os índices médios a serem observados pelos diferentes consumidores nas faturas de energia elétrica:

Empresa

Classe de Consumo – Consumidores cativos

Baixa tensão (abaixo de 2,3 kV)

Por ex: residências

Alta tensão

Por ex: indústrias

Eletroacre

- 5,74% (negativo)

- 5,16% (negativo)

Ceron

- 19,97% (negativo)

- 7,69 % (negativo)

Os percentuais refletem, entre outros fatores, a redução das despesas das empresas com compra de energia devido à MP n° 466/2009. Com a edição da Medida Provisória, a Conta de Consumo de Combustíveis (CCC), que antes cobria a diferença entre o custo do combustível para a geração de energia nos sistemas isolados e o valor do equivalente hidráulico, passa a suprir a diferença entre o custo total da geração de energia nos sistemas isolados e o custo médio da energia comercializada no Ambiente de Contratação Regulada (ACR).

Veja os dados de mercado das distribuidoras:

Empresa

Nº unidades

Consumidoras

Área atendida

Eletroacre

186.970

22 municípios do Acre, incluída a capital Rio Branco

Ceron

450.978

52 municípios de Rondônia

Os documentos relativos aos processos da distribuidora estão disponíveis no perfil "A Aneel", no link Audiências/Consultas/Fórum/Audiência Ano 2009 do endereço eletrônico www.aneel.gov.br.

A revisão tarifária está prevista nos contratos de concessão com o objetivo de obter o equilíbrio das tarifas com base na remuneração dos investimentos das empresas voltados para a prestação dos serviços de distribuição e a cobertura de despesas efetivamente reconhecidas pela Aneel. É aplicada nas concessionárias de distribuição a cada quatro anos, em média.

Fonte: RONDONIAGORA

Quarta-feira, 25 de novembro de 2009 - 07:03

Latrocínio

Polícia Civil desvenda crime ocorrido em Nova Mamoré

25112009-090749-getattachment.jpg
A Polícia Civil em Nova Mamoré (RO) divulgou foto de Edjamilso Cristiano Atílio Patrício acusado de ser o autor do latrocínio contra Aparecido Benevenutti e tentativa de homicídio contra Elivaldo Lui do Carmo, crimes ocorridos na tarde do dia 13/11/2009, na BR-425, na entrada da 2ª Linha do Ribeirão, Zona Rural daquele município.

Depois de intensas investigações, que contaram com o apoio do GIC – Grupo de Investigações e Capturas -, os policiais civis desvendaram o crime ao constatarem que Edjanilso tinha parentes em Nova Mamoré, estava na região de fronteira há cerca de 20 dias, oriundo do Presídio Ênio Pinheiro em Porto Velho e por ter comprado munições de um boliviano que entrara no território nacional pela região da Vila Murtinho, que fica às margens do Rio Madeira, fronteira com a Bolívia.

Ao concluir as investigações o delegado Lobo representou pela Prisão Preventiva do latrocida, tendo o juízo da Comarca de Guajará-Mirim acatado o pedido.

Edjamilso continua foragido. Qualquer informação acerca do latrocida deverá ser imediatamente comunicada à Polícia Civil de Nova Mamoré, pelos telefones (69) 3544-3024/ 3544-2818/3544-2779.

Fonte: PC-RO-Lenilson Guedes

Julgamento de Cassol esfria ânimos na Assembléia Legislativa

O julgamento do governador Ivo Cassol (PP) esfriou os ânimos na Assembléia Legislativa. A sessão de terça-feira foi aberta e concluída rapidamente para que os parlamentares acompanhassem o desenrolar do processo do chefe do Executivo no Tribunal Superior Eleitoral. Mas os deputados Mauro de Carvalho (PP-Andreazza), Maurinho Rodrigues (PSDB-Porto Velho) e Alexandre Brito (PTC-Porto Velho) prometem voltar a tocar no assunto da construção do prédio da Casa de Leis. A obra levou a uma grave discussão entre o presidente da Assembléia, Neodi Carlos Oliveira (PSDC-Machadinho), e Maurinho Rodrigues na sessão de segunda-feira. Falou-se até que Maurinho não agüentaria algumas horas de investigação da Polícia Federal.

Fonte: RONDONIAGORA

Defesa de Cassol diz que provas não são suficientes para a cassação

A defesa do governador de Rondônia, Ivo Cassol, sustentou no plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que as provas obtidas pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) são insuficientes para determinar a cassação do mandato do governador. Afirmou que não houve abuso do poder econômico nem político durante a campanha de reeleição de Ivo Cassol em 2006.

De acordo com a defesa, o governador tinha alto índice de aprovação popular e ganhou a eleição em primeiro turno. ”O que levaria um candidato com esse nível de aprovação a se arriscar cometendo esses atos?”, questionou.

Também negou uso da máquina administrativa estadual, como o uso da Secretaria de Segurança Pública para coagir os funcionários da empresa que receberam pagamento para votar no governador. Segundo o advogado, logo após a eleição, a Polícia Federal, por conta das denúncias “instalou o terror em Rondônia” e que, por isso, houve “uma reação da Polícia Civil”.

Fonte: RONDONIAGORA

Quarta-feira, 25 de novembro de 2009 - 10:27

Furtos

Polícia Civil prende quadrilha em flagrante em Ji-Paraná

25112009-122723-quadrilhajiparana3.jpg

Uma quadrilha que praticava roubos e furtos na cidade de Ji-Paraná, Rondonia foi presa nesta terça-feira por policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia com apoio da Policia Militar. O bando foi flagranteado pela delegada Renata Stella, acusados de ter participado de um roubo realizado na manhã desta terça feira em frente do banco Itaú em Ji-Paraná. Eles roubaram da vítima cheques e outros pertences, pois acreditavam que ela havia sacado certa quantia em dinheiro no Banco.

A equipe de investigação trabalhava no sentido de localizar os elementos, quando reconheceram Elias Pereira Paiva, andando pela rua T17 e ao tentar abordá-lo, este saiu correndo entrando na residência onde estavam mais dois elementos que foram presos. Elias pulou o muro e fez uma mulher de refém, mas acabou se entregando e delatou o restante da quadrilha.

Foram presos Elias Pereira Paiva, 25 anos, José Roberto Facin Conti, 26 anos, Sergio Anacleto da Silva 28 Anos, Cleomildo Frota de Souza, 27 anos, Adeilton Alves Teixeira, 34 anos e Dalva Pereira de Souza, 37 anos, os dois primeiros estavam com Mandado de prisão da Comarca de Porto Velho e Cacoal respectivamente.

Apreensão

Segundo os investigadores, Elias, José Roberto e Sergio praticavam roubos. Cleomildo apenas furto e todos repassavam os objetos a Adeilton e Dalva que se encarregavam de vendê-los na cidade de Ariquemes. Os policiais apreenderam duas motocicletas que eram utilizadas na prática dos crimes, uma TV de 32 Polegadas, um revólver calibre 38, que estava na cintura de Elias, um DVD, dois celulares e vários outros objetos.
A delegada Renata confirmou que além do crime que levou a quadrilha a prisão em flagrante, existe pelos menos mais um roubo, uma tentativa e um furto na cidade de Ji-Paraná, Um roubo na cidade de Ouro Preto e outro na cidade de Jaru, que estão sendo apurados e todos os indícios apontam para a quadrilha.

Os roubos por eles praticados são conhecidos como saidinha de Banco, onde um olheiro fica dentro da instituição financeira observando quem vai sacar dinheiro e os outros aguardam o sinal para atacar e praticar o crime. Para o Delegado Regional de Ji-Paraná, Alexandre Árabe, mais uma vez os policiais estão de parabéns pelo excelente trabalho realizado tirando de circulação mais uma quadrilha que veio de Ariquemes para ser presa em Ji-Paraná. A informação é de Valter Fernandes da DRP/JP.

Fonte: PC – RO – Lenilson Guedes

18/10/09 corrida de Gerico em Cujubim













carriata do programa cidade limpa














http://www.youtube.com/watch?v=WaEK48O2r1s&feature=player_embedded

cidade de cujubim